Assinar Edições Digitais
Cultura

Orfeão de Leiria festeja a Páscoa e a Primavera com concertos hoje e amanhã

O Orfeão de Leiria assinala a Páscoa e a chegada da Primavera com concertos na Igreja de S. Pedro, hoje, 26 de Março, e amanhã, sábado. Ambos são às 21 horas e têm entrada livre.

O Orfeão de Leiria assinala a Páscoa e a chegada da Primavera com concertos na Igreja de S. Pedro, hoje, 26 de Março, e amanhã, sábado. Ambos são às 21 horas e têm entrada livre.Hoje, sexta-feira, o Orfeão de Leiria dedica um concerto à Páscoa.

Na Igreja de S. Pedro, a Escola de Música vai apresentar-se com o Ensemble Concertante de Guitarras, acompanhado pelos solistas Carolina Resende (violino), Diogo Fernandes (flauta transversal) e William Fonseca (guitarra eléctrica), que interpretará os temas “Sinfonia BWV 792” de Bach e “Lady Madonna” de Lennon e MacCartney, com direcção de José Mesquita Lopes.

Neste concerto participam ainda o Coro C, com direcção de Mário Nascimento, que interpretam temas da autoria de João Portugal (música e letra), Ana Cristina Luz (letra) e Tom Show (música), Mário Nascimento (arranjos), com destaque para o hino da EMOL “Juntamos a voz”, com música de Mário Nascimento e letra de Maria Helena Vieira. As participações individuais serão da responsabilidade de Rafael Filipe, que tocará uma composição de Bach para violoncelo; André Ferreira, que interpretará o tema “Cordoba” para guitarra, de Isaac Albéniz; e Carolina Rosa, com “Allegro em ré menor” de R. Marcello.

As actuações ficam completas com o Duo de Flautas, com Sofia Diogo e Cristiano Clemente e, a terminar o concerto, a Orquestra de Flautas da EMOL, com direcção de João Pedro Fonseca.

Sábado, o concerto “Primavera Musical” será protagonizado pelos alunos do Curso Profissional de Instrumentista de Cordas e Teclas do OL CA e da Escola Secundária Domingos Sequeira, com a direcção de Rodrigo Queirós. Este espectáculo contará também com a actuação de Ricardo Ferreira, no órgão para interpretar “Chaconne em mi m”, de D. Buxtehude, e do Coro Ninfas do Lis, com direcção de Mário Nascimento. Este concerto tem o apoio do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional), do POPH (Programa Operacional do Potencial Humano) e do Fundo Social Europeu.

Mário Nascimento, responsável pela música, pelos arranjos e pela direcção de grande parte das actuações de ambos os concertos, iniciou o seu percurso musical orientado em 1997, embora já tocasse desde os 11 anos. Ao longo da sua carreira dirigiu diversos coros, entre os quais o Coro Misto da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e o Orfeão de Leiria. Actualmente é professor de Formação Musical e de Classe de Conjunto na EMOL e maestro do Coro Ninfas do Lis.

O Coro Ninfas do Lis é um grupo feminino de Leiria que nasceu em 2003. Actualmente conta com 25 coralistas, que actuam regularmente a nível nacional, com destaque para a Casa da Música do Porto, a participação no 10º Festival Internacional de Música Amadora de Tomar e um concerto no Palácio Nacional de Queluz. No espectáculo de dia 27 de Março interpretarão “Chamateia”, um tema tradicional dos Açores, “Way over the Beulah-lan”, um espiritual negro, “Tico-tico no fubá”, de Zequinha de Abreu, “De zero a herói”, de Allan Menken, todos com arranjos de Mário Nascimento, e ainda “Little Jazz Mass”, de Bob Chilcott, “Oh happy day”, de Edwin Hawkins e arranjos de Teena Chinn, “Que nem giló”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, e “As peúgas do Sr. Reitor” de Mário Nascimento.