Assinar
Sociedade

Sócrates em Leiria anuncia que PS decidirá “a seu tempo” sobre presidenciais

O secretário geral do Partido Socialista, José Sócrates, afirmou hoje que “a seu tempo” o PS tomará uma decisão sobre as eleições presidenciais, considerando que agora o tempo é de concentração na governação.

O secretário geral do Partido Socialista, José Sócrates, afirmou hoje que “a seu tempo” o PS tomará uma decisão sobre as eleições presidenciais, considerando que agora o tempo é de concentração na governação.

“A seu tempo, quando o tempo chegar, nós tomaremos uma decisão sobre as eleições presidenciais”, afirmou José Sócrates, em Leiria, onde participa num jantar-conferência promovido pela Liga de Amigos da Casa Museu João Soares.

No jantar, onde se encontram dezenas de pessoas, está também presente o ex-presidente da República Mário Soares, que foi candidato do PS nas últimas eleições presidenciais, ato a que concorreu também Manuel Alegre.

O secretário geral socialista reiterou que o PS “escolhe o seu tempo para tomar decisões em matéria de eleições presidenciais”, acrescentando que “este não é ainda o tempo”.

“Nós acabámos de aprovar o PEC [Programa de Estabilidade e Crescimento] em Portugal, temos um debate com a Comissão [Europeia] que vai terminar na sexta feira”, declarou José Sócrates. Aprovado o PEC, disse, “é tempo” de se concentrar “na governação, naquilo que é absolutamente essencial para a recuperação económica”.

Hoje a agência Lusa noticiou que o PS vai reunir-se e manifestar o seu apoio ao candidato presidencial Manuel Alegre logo após o próprio formalizar a sua candidatura, o que deverá acontecer entre o final de abril e o início de maio.

Elementos do Secretariado Nacional do PS referiram à Lusa que este calendário para o apoio dos socialistas a Manuel Alegre ficou praticamente assente na terça feira, durante um almoço entre José Sócrates e o líder parlamentar do PS, Francisco Assis.

Também hoje, o secretário nacional do PS, André Figueiredo, afirmou que os socialistas não têm perspetivada qualquer reunião dos seus órgãos nacionais sobre o tema das eleições presidenciais.

“O PS não tem qualquer reunião perspetivada, nem tem a intenção de a marcar, sobre o tema das eleições presidenciais”, disse.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.