Assinar Edições Digitais
Sociedade

Cabopol ganha terceiro lugar no Prémio Nacional de Inovação Ambiental 2010

A criação da empresa de Porto de Mós corresponde a um composto plástico biodegradável e compostável, que permite produzir plásticos com um menor consumo energético.

A empresa Cabopol, do Grupo Menezes, com sede em Porto de Mós, ganhou o terceiro lugar do Prémio Nacional de Inovação Ambiental 2010.

A criação corresponde a um composto plástico biodegradável e compostável, que permite produzir plásticos com um menor consumo energético no aquecimento do processo.

Face aos plásticos actualmente utilizados, produzidos a partir de polímeros exclusivamente de origem petrolífera e que não são biodegradáveis e compostáveis, esta tecnologia permite a produção de plásticos à base de matérias-primas de origem renovável (como o amido ou poliésteres), que podem ser eliminados juntamente com a fracção orgânica dos resíduos, e que se degradam por acção biológica se abandonados no meio ambiente.

Os absorventes para derrames CorkSorb, da  Corticeira Amorim, foi a inovação vencedora da edição de 2010, e o segundo lugar foi atribuído ao iMerterKit, da ISA – Intelligent Sensing Anywhere.

Os premiados ficam apurados automaticamente para a competição europeira EEP Awards 2010.