Assinar Edições Digitais
Cultura

IndieLisboa leva “O amor natural” hoje a Leiria

De 3 a 5 de Maio, os teatros leirienses recebem mais uma extensão do IndieLisboa – 7º Festival Internacional de Cinema Independente. Hoje, terça-feira, 4 de Maio é projectado “O amor natural”.

De 3 a 5 de Maio, os teatros leirienses recebem mais uma extensão do IndieLisboa – 7º Festival Internacional de Cinema Independente. Hoje, terça-feira, 4 de Maio é projectado “O amor natural”.

Organizado pela “Zero em Comportamento”, o IndieLisboa enfatiza obras e cinematografias com menor visibilidade no mercado português e integra uma competição de longas e curtas-metragens de novos realizadores.

Os teatros José Lúcio da Silva e Miguel Franco, em Leiria, acolhem uma extensão do festival pela segunda vez, apresentando uma selecção de alguns dos melhores filmes da edição deste ano.

O documentário “O amor natural” é uma das propostas desta extensão e pode ser visto hoje no Teatro José Lúcio da Silva.

Neste documentário filmado no Rio de Janeiro, a realizadora convida pessoas idosas a lerem em voz alta versos eróticos do livro “O Amor Natural”, que Carlos Drummond de Andrade, falecido em 1987, escreveu quando já era idoso ele próprio.

Estas pessoas, nos seus 60, 70, 80 anos, não só não se sentem embaraçadas como ficam deliciadas com o que lêem. Compreendem a beleza da poesia, que neste filme serve como um tipo de catalisador de memórias sobre o amor e o sexo. Muitas ganham confiança e contam as suas próprias histórias eróticas.

Com estas entrevistas cruzam-se imagens de pessoas jovens a namoriscar nas praias do Rio de Janeiro. A realizadora fala também com conhecidos de Drummond, incluindo o homem que lhe fazia os chapéus e que recorda o poeta como um libertino elegante, bastante vaidoso. E ouvimos ainda a voz de Drummond a recitar os seus próprios versos, num álbum que gravou em 1972.

Nos dias 16 e 17 de Maio o IndieLisboa 2010 ruma a Alcobaça.

PROGRAMA

Teatro José Lúcio da Silva
21h30 – “O Amor Natural”, de Heddy Honigmann
Documentário, Holanda, 1996, 76′

Teatro Miguel Franco
05 de Maio | quarta
18h 30 | 21h 30
Filme premiado no IndieLisboa2010