Assinar
Sociedade

Câmara de Pombal participa desvio de dinheiro às entidades oficiais

A Câmara Municipal de Pombal revelou em comunicado que “participou formalmente” os factos conhecidos, quanto ao desvio de fundos públicos de que a autarquia foi alvo por um funcionário, a várias entidades oficiais.

A Câmara Municipal de Pombal revelou em comunicado que “participou formalmente” os factos conhecidos, quanto ao desvio de fundos públicos de que a autarquia foi alvo por um funcionário, a várias entidades oficiais.

O caso foi  divulgado no sábado, depois de o funcionário dos serviços de contabilidade ter reconhecido ter desviado pelo menos meio milhão de euros de uma conta bancária da autarquia e hoje, segunda-feira, a Câmara de Pombal comunicou o sucedido ao Banco de Portugal, Inspecção Geral de Finanças, Inspecção Geral da Administração do Território e entidades bancárias.

Assim que teve conhecimento da situação, a câmara participou, “de imediato”, às “autoridades competentes, para averiguações”. No dia 16 de Julho, “cerca das 20 horas”, quando registou um desvio de dinheiros públicos de uma conta bancária da autarquia e cujo montante ainda não se encontra apurado,  revelou um primeiro comunicado, enviado no sábado para a comunicação social.

O montante desviado não inclui “quaisquer verbas provenientes de fundos comunitários”, refere o mesmo documento do município, assegurando que os factos ocorridos “não comprometem as obrigações financeiras do município de Pombal”.

Durante o dia de hoje, segunda-feira, o suspeito foi detido pela Polícia Judiciária quando tentava entrar numa instituição bancária de Leiria e encontra-se no Tribunal de Pombal, para ser ouvido pelo juiz.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.