Assinar Edições Digitais
Sociedade

Marinha Grande: fogo-de-artifício do “reveillon” dá lugar a maior apoio social

A Câmara da Marinha Grande decidiu cortar nas despesas com o fogo-de-artifício que habitualmente comemoram o fim do ano nas praias do concelho. A verba vai para o apoio social.

O fim-de-ano será sem fogo-de-artifício, mas com mais apoio social. “Sabemos que a população irá compreender que há verbas que têm de passar a ser gastas de outra forma”, explica a vereadora da Acção Social da Câmara da Marinha Grande, Cidália Ferreira.

A responsável refere-se ao habitual espectáculo de pirotecnia nas praias do concelho e na cidade. Este ano não vai ser suportado pela autarquia.

A ideia é canalizar a verba – cerca de 4.500 euros – para instituições que promovam o bem social. De resto, as medidas de cariz social mantêm-se em vigor, sendo o cheque-natalidade a mais emblemática.

Arrancou em Julho e os primeiros cheques começaram a ser entregues. Os pedidos têm chegado diariamente e a medida ganha maior relevância com as restrições no abono de família.

Carlos Almeida
carlos.almeida@regiaodeleiria.pt