Assinar
Sociedade

Galardoados no Dia do Município de Leiria

Nove personalidades e uma instituição viram o seu trabalho reconhecido pela Câmara Municipal de Leiria no Dia do Município. Consulte a lista de galardoados.

Nove personalidades e uma instituição viram o seu trabalho reconhecido pela Câmara Municipal de Leiria no Dia do Município. Consulte a lista de galardoados.


Mário Matias recebeu a medalha de ouro. O presidente da Caixa de Crédito Agrícola de Leiria foi agraciado “pelas suas qualidades de homem probo e pelo muito que já deu a Leiria”.


Padre José David Antunes Gonçalves, de 95 anos e natural de Leiria, recebeu a Medalha da Cidade em cobre. É também pintor reconhecido e tradutor.


Padre Américo Ferreira recebeu a Medalha em Prata, pela dedicaçãoao Museu de Arte Sacra do Seminário Diocesano de Leiria, que dirigiu durante décadas.


César Faria, do Bairro dos Anjos, foi galardoado pelos feitos enquanto nadador, levando o nome de Leiria a competições com elevada qualidade e prestígio, que muito dignificam a natação leiriense.


Guilherme Valente, natural de Leiria, é fundador da editora Gradiva e natural. Recebeu a Medalha da Cidade em Prata.


Luís Esperança Lourenço, médico, escritor, natural de Regueira de Pontes, foi agraciado com a medalha em cobre.


Paulo Reis, professor de Educação Física que se dedicou ao atletismo, recebeu a Medalha de Cobre, por serviços prestados à modalidade.


Josélia Neves, professora que fixou residência em Leiria, tem dedicado muito do seu trabalho de investigação aos cegos e surdos. Recebeu a Medalha de Prata.


David Fonseca, natural de Marrazes, foi galardoado “por ter elevado bem alto o nome de Leiria em Portugal e além fronteiras”.


Hospital de Santo André foi distinguido “pelo excelente exemplo no serviço público”. Hélder Roque, presidente do conselho de administração do hospital, recebeu a distinção, numa altura em que se vai extingir a designação, para dar lugar ao Centro Hospitalar Leiria-Pombal.

Mário Matias recebeu a medalha de ouro. O presidente da Caixa de Crédito Agrícola de Leiria foi agraciado “pelas suas qualidades de homem probo e pelo muito que já deu a Leiria”.

Padre José David Antunes Gonçalves, de 95 anos e natural de Leiria, recebeu a Medalha da Cidade em cobre. É também pintor reconhecido e tradutor.

Padre Américo Ferreira recebeu a Medalha em Prata, pela dedicaçãoao Museu de Arte Sacra do Seminário Diocesano de Leiria, que dirigiu durante décadas.

César Faria, do Bairro dos Anjos, foi galardoado pelos feitos enquanto nadador, levando o nome de Leiria a competições com elevada qualidade e prestígio, que muito dignificam a natação leiriense.

Guilherme Valente, natural de Leiria, é fundador da editora Gradiva e natural. Recebeu a Medalha da Cidade em Prata.

Luís Esperança Lourenço, médico, escritor, natural de Regueira de Pontes, foi agraciado com a medalha em cobre.

Paulo Reis, professor de Educação Física que se dedicou ao atletismo, recebeu a Medalha de Cobre, por serviços prestados à modalidade.

Josélia Neves, professora que fixou residência em Leiria, tem dedicado muito do seu trabalho de investigação aos cegos e surdos. Recebeu a Medalha de Prata.

David Fonseca, natural de Marrazes, foi galardoado “por ter elevado bem alto o nome de Leiria em Portugal e além fronteiras”.

Hospital de Santo André foi distinguido “pelo excelente exemplo no serviço público”. Hélder Roque, presidente do conselho de administração do hospital, recebeu a distinção, numa altura em que se vai extingir a designação, para dar lugar ao Centro Hospitalar Leiria-Pombal.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.