Select Page

Weddar: Nasceu em Caldas da Rainha a aplicação que diz como está o tempo

Weddar: Nasceu em Caldas da Rainha a aplicação que diz como está o tempo

Uma aplicação informática para iPhone com informações sobre o estado do tempo em qualquer parte do mundo foi desenvolvida nas Caldas da Rainha e regista já mais de 63 mil downloads e 26 mil utilizadores em 90 países.

Denominada Weddar (uma palavra homófona do termo inglês weather) a aplicação permite clicar, através do Google Map, na região de que se quer saber o estado do tempo e verificar as informações que os utilizadores forneceram sobre as condições climatéricas no local.

“A ideia surgiu da constatação de que há locais com micro-climas onde não se aplicam as informações dos serviços de informação meteorológicos e em relação aos quais as pessoas precisam de informações de mais precisas e em tempo real”, disse à Lusa Gonçalo Catarino, responsável pelo design gráfico da aplicação.

A ideia original partiu de Ricardo Fonseca, 30 anos, gestor de comunidades do site Wooshii.com e foi desenvolvida pelo designer Gonçalo Catarino, de 35 anos, depois de partilharem as “dificuldades em saber como está o tempo nas praias da Foz do Arelho e da Figueira da Foz, onde a instabilidade faz com que seja diferente de localidades a poucos quilómetros”.

Disponível em inglês e apenas para iphone, a aplicação exibe vários ícones (núvens) simbolizando a forma como as condições meteorológicas são sentidas pelo utilizador.

Nuvens vermelhas, verdes, azul e amarelas simbolizam opções como “Ok”, “Great”, “Fresh” e “Hell”, conforme o estado do tempo seja considerado bom, ótimo, fresco ou muito quente.

Um utilizador pode ainda solicitar na rede a informação do tempo num determinado local e esperar que alguém que lá esteja responda.

A aplicação conta entre os utilizadores com o vereador Hugo Oliveira, responsável pelos assuntos económicos na Câmara das Caldas da Rainha que, reconhecendo “o grande interesse deste projeto” disponibilizou na incubadora de empresas um espaço para aperfeiçoamento da aplicação.

“Achamos importante apoiar e divulgar uma iniciativa de um jovem das Caldas da Rainha que presta um serviço a todo o mundo”, sublinha Hugo Oliveira.

Com mais de 26 mil utilizadores ativos (que fornecem ou consultam informação) e mais de 63 mil downloads efetuados, a aplicação evoluiu já para a versão 1.1 disponibilizando novas funcionalidades como a privacidade dos utilizadores e, deverá no final do verão ser disponibilizada para plataformas android.

O objetivo é “manter sempre uma versão básica gratuita” e criar novas versões mais sofisticadas e pagas que permitam sustentar o projeto que vai agora avançar com a criação e uma linha de produtos (merchandising) para venda.

Inglaterra, Estados Unidos, Canadá, Portugal e Arábia Saudita estão entre os principais utilizadores da Weddar, mas a aplicação já chegou a 90 países em todo o mundo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

A Câmara Municipal da Marinha Grande deve comprar as piscinas de São Pedro de Moel?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This