Assinar

Destaques do REGIÃO DE LEIRIA de 15 de Julho de 2011

Conheça os destaques do REGIÃO DE LEIRIA, com um trabalho com os resultados preliminares dos Censos 2011, num distrito marcado por realidades opostas: dinâmico no litoral e deprimido no interior.

Conheça os destaques do REGIÃO DE LEIRIA desta semana, com um grande trabalho com os resultados preliminares dos Censos 2011, num distrito marcado por duas realidades opostas: dinâmico no litoral e deprimido no interior.

A freguesia de Parceiros, no concelho de Leiria e bem às portas da cidade, lidera o crescimento. José Carlos Matias, presidente da Junta de freguesia, falou-nos da sua freguesia e do seu desenvolvimento.

Outra das notícias em destaque na edição de 15 de Julho é a existência de um edifício religioso no meio da natureza na freguesia do Arrabal. As obras foram embargadas pela autarquia e a curiosidade sobre o edifício e a cruz gigante que se encontra nas proximidades têm captado alguma atenção de quem por ali passa.

Em Pombal, um casal de idosos foi, esta semana, sequestrado por indivíduos que se fizeram passar por elementos da GNR, enquanto em Ourém um assalto a uma ourivesaria obrigou os donos do estabelecimento a dormir no local.

A polémica da concessão das águas conheceu esta semana um novo episódio. A Assembleia Municipal de Leiria autorizou, por maioria, a Câmara a concessionar o abastecimento de água e saneamento por 30 anos que, a concretizar-se, permitirá à autarquia receber 30 milhões de euros. Mas o REGIÃO DE LEIRIA fez a contas e mostra-lhe a diferença no tarifário com a água na posse dos privados.

E apesar da Linha do Oeste ter uma “morte anunciada” há já vários anos, a verdade é que o transporte de mercadorias cresceu 20%.

Destaque ainda para o encerramento da extensão de saúde da Golpilheira causado pelas férias do clínico que ali dá consultas e, no desporto, a garantia da Associação de Surfistas Profissionais da passagem de uma etapa do Circuito Mundial de Surf por Peniche pelo menos até 2014.

 

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.