Assinar Edições Digitais
Sociedade

Caldas da Rainha cria fundo para apoio a famílias em dificuldades

A Câmara das Caldas da Rainha aprovou a criação de um Fundo de Emergência Social que deverá ascender a cerca de 100 mil euros para apoio a famílias em dificuldades financeiras conjunturais.

A Câmara das Caldas da Rainha aprovou a criação de um Fundo de Emergência Social que deverá ascender a cerca de 100 mil euros para apoio a famílias em dificuldades financeiras conjunturais.

“Estamos ainda a definir como será feita a cabimentação da verba, que ronda os 100 mil euros, a que as famílias em dificuldades poderão candidatar-se, fazendo prova das suas dificuldades”, afirmou à Lusa Conceição Pereira, vereadora com o pelouro da Acção Social na Câmara das Caldas da Rainha.

O Fundo de Emergência Social (FESCaldas) será coordenado pela rede social municipal, que integra desde associações comerciais e empresariais a centros de saúde, escolas e associações que desenvolvem trabalho com grupos populacionais desfavorecidos, sem abrigo e toxicodependentes.

“A verba vem reforçar o apoio que já é prestado quer pela câmara quer pelas entidades parceiras [como o Banco Alimentar ou as Conferências Vicentinas] e o apoio pode ser pedido em qualquer uma das entidades da rede social, que encaminharão o processo para a câmara”, explica a vereadora.

A criação do FES foi proposta pela vereação socialista na Câmara das Caldas e aprovada por unanimidade.

Embora “não haja um aumento substancial de pedidos de ajuda”, Conceição Pereira sublinha que “atendendo à situação que se vive”a câmara admite ter que responder “a algumas situações de dificuldade em pagar medicamentos ou as rendas de casa”.

O apoio financeiro proporcionado pelo fundo terá “um carater excepcional”, cessando quando não se mantiverem as dificuldades que levem à sua atribuição.

Lusa