Assinar Edições Digitais
Sociedade

Mário Soares exorta a Europa a acabar com “ladroagem dos paraísos fiscais”

O ex-presidente da República, Mário Soares, responsabilizou hoje em Leiria, a chanceler alemã, Angela Merkel, pela decadência da Europa e exortou os europeus a acabarem com “a ladroagem dos paraísos fiscais”.

O ex-presidente da República, Mário Soares, responsabilizou hoje a chanceler alemã, Angela Merkel, pela decadência da Europa e exortou os europeus a acabarem com “a ladroagem dos paraísos fiscais”.

Mário Soares pede o fim dos paraísos fiscais

“A Europa deixou de ter líderes”, disse Mário Soares – ele que foi também eurodeputado -, sustentando que Angela Merkel “é uma pessoa que tem grandes responsabilidades na decadência da Europa” e na situação vivida pela Grécia.

“Ela entendeu que era um pequeno país e que os gregos eram uns preguiçosos”, explicou Mário Soares, lembrando que a Grécia “foi o berço da nossa civilização”.

Por essa razão critica o “atrevimento” da chanceler alemã, “uma senhora que vem da Alemanha do Leste e de um país que provocou duas guerras mundiais”.

Convidado pelo Instituto Politécnico de Leiria (IPL) para falar sobre o futuro da Europa, o ex-presidente da República defendeu que “os europeus vão ser obrigados a meter as agências de ‘rating’ na ordem e a acabarem com a ladroagem dos paraísos fiscais”.

O ex-primeiro-ministro português que subscreveu a entrada de Portugal na CEE – agora União Europeia – admite que hoje ninguém pode ter certezas sobre o futuro europeu, mas sugeriu que alguns dos problemas ficariam resolvidos se o Banco Central Europeu passasse a emitir moeda.

“O dinheiro circulava e não havia problema nenhum”, concluiu, durante a Oração de Sapiência intitulada “Que futuro para esta nossa Europa”, que marcou a Abertura Solene do Ano Letivo do IPL.

Lusa