O jogo de domingo, nas Caldas da Rainha, com o Uruguai, para a Rugby Cup, inicia um “novo ciclo” para a selecção de Portugal, defende o presidente da federação, Amado da Silva.

Foto de arquivo

“Iniciamos um ciclo muito importante para o rugby nacional. É uma óptima oportunidade para a modalidade”, destacou o dirigente, na apresentação do encontro com os sul-americanos.

Para o selecionador de Portugal, o neo-zelandês Errol Brain, o encontro com o Uruguai permitirá aos jogadores menos experientes “saberem como se joga numa competição a este nível”.

João Correia, “capitão” dos “Lobos”, acredita, por seu turno, que Portugal tem todas as condições para somar a terceira vitória no oitavo frente a frente com os uruguaios.

“Já surpreendemos o Uruguai numa altura em que estavam muito fortes, por isso acho que vai ser um jogo muito interessante, em que a vitória vai sorrir a Portugal”, prognosticou o “capitão” da selecção portuguesa.

Foi diante o Uruguai, num “play-off” a duas “mãos”, que Portugal conseguiu o feito histórico de apuramento para o Mundial, na edição de 2007.

Depois da vitória em Lisboa, por 12-5, a derrota em Montevideu por 12-18 não impediu o apuramento inédito dos “Lobos”.

Lusa