Assinar Edições Digitais
Sociedade

Empresário de Porto de Mós condenado por homícidio está desaparecido

António Bastos, empresário de Porto de Mós condenado a 13 anos de prisão por homicídio, está desaparecido desde quarta-feira, avançou hoje a Sic Notícias.

António Bastos foi condenado a 13 anos de prisão em 2099 (fotografia: Joaquim Dâmaso)

António Bastos, empresário de Porto de Mós condenado a 13 anos de prisão por homicídio, está desaparecido desde quarta-feira, avançou hoje a Sic Notícias.

 

Condenado em 2009 a 13 anos de prisão por matar a tiro um assaltante que havia sido já detido pela GNR, António Bastos estava a viver na Figueira da Foz, aguardando, com pulseira electrónica, a decisão do Supremo Tribunal de Justiça sobre um recurso da condenação.

Autorizado a sair de casa para trabalhar de segunda a sexta-feira, entre as 14 e as 18 horas, o empresário – também administrador da União de Leiria – não regressou à habitação à hora previstae as autoridades lançaram o alerta do desaparecimento.

Citado pela Sic Notícias, o advogado de António Bastos avançou que segunda-feira o Supremo Tribunal de Justiça manteve a pena de prisão.