Assinar Edições Digitais
Cultura

Esqueça banquetes e almoços grátis, a cultura de Leiria está a fazer dieta

De 2011 para 2012, o investimento municipal na cultura caiu mais de um terço: menos 2,2 milhões de euros. A dieta já faz vítimas na programação cultural de Leiria.

Depois do fausto das ceias medievais no Castelo em 2011, a cultura em Leiria vai ter de se habituar a almoços de marmita em 2012. As lautas ceias
do Tromba Rija são uma das vítimas da contenção, em nome da austeridade e da Lei dos Compromissos, que impede as autarquias de fazerem despesa que não tenha cobertura de tesouraria a 90 dias.

Depois de terem animado o verão de 2011 no Castelo de Leiria, as ceias medievais são uma das vítimas dos cortes na cultura em Leiria (fotografia: Sérgio Claro)

Ao todo, o investimento do município com cultura cai este ano 2,2 milhões de euros em relação a 2011, menos 36 por cento.

Os gastos na cultura, que subiam desde 2009, entram em dieta rígida em 2012: dos 3,9 milhões orçamentados, 2,8 milhões são compromissos anteriores, que compreendem comparticipações comunitárias na ordem dos 2,3 milhões.

Daqueles 2,8 milhões, 1,9 milhões são para as obras que têm em vista a instalação do Museu de Leiria em Santo Agostinho. Além disso, segundo o vereador Gonçalo Lopes, a cultura foi o sector que mais contribuiu para reduzir a despesa corrente da autarquia em 2011.

Leia a notícia na íntegra na página 50 da edição de 8 de junho de 2012.