Assinar
Cultura

Gamelão de Porcelana e Vidro estreia-se sábado em Leiria (vídeo)

Há muitas taças, copos e gamelas numa das galeria do m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento, em Leiria. É o Gamelão de Porcelana e Cristal, que será apresentado em concerto dia 22 de dezembro.

Muitas taças, terrinas, copos e gamelas ocupam uma das galeria do m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento, em Leiria. Não, não foi o museu que alargou a sua oferta à restauração: é o Gamelão de Porcelana e Cristal, uma estrutura gigante que é apresentada ao público sábado, dia 22 de dezembro, num concerto às 18 horas.

O instrumento é inspirado no gamelão de Java e do Bali e foi criado para ser tocado por muitas pessoas ao mesmo tempo. O Gamelão de Porcelana e Cristal está em Leiria a convite do Orfeão de Leiria e serão alunos e professores da escola de música do conservatório que vão atuar sábado, explorando as inúmeras possibilidades sonoras da estrutura.

Joaquim Branco dirigirá professores e alunos do Orfeão de Leiria no concerto de estreia do Gamelão no m|i|mo (fotografia: Joaquim Dâmaso)

Durante alguns meses o Gamelão ficará em Leiria, permitindo ao Orfeão de Leiria desenvolver atividades dedicadas aos mais novos e aos adultos, no âmbito do projeto Sons do Universo.

O Gamelão de Porcelana e Cristal é um projeto de investigação artística realizado pela Companhia de Música Teatral. Pretende catalisar novas práticas performativas e explorar um território interdisciplinar, que permita gerar e testar ideias ao nível da composição musical, da escultura, da criação de novos instrumentos, da pedagogia, da comunicação interpessoal, dos materiais, da acústica e do design.

Foi criado no âmbito do projeto Opus Tutti, uma colaboração da Companhia de Música Teatral com o Laboratório de Música e Comunicação na Infância/CESEM da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/UNL, e é apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.