Assinar
Cantinho dos Bichos

Lobitos de Amor partilham tartaruga à semana

Uma semana em casa de cada um com a responsabilidade de alimentar o réptil, mudar a água do aquário e partilhar a experiência. É este o objetivo da tartaruga que 25 escuteiros de Amor partilham

Uma semana em casa de cada um com a responsabilidade de alimentar o réptil, mudar a água do aquário e partilhar a experiência em família. É este o objetivo da tartaruga comunitária que 25 escuteiros do Agrupamento 1166 de Amor, em Leiria, possuem.

A ideia surgiu em outubro passado com a finalidade de dotar os mais novos de alguma responsabilidade, disciplina e interação entre o grupo. “Pensámos em arranjar um animal de estimação que todos pudessem partilhar, que não desse muito trabalho e as crianças gostassem”, explica Cristina Crespo, responsável da Alcateia 21, da secção Lobitos do agrupamento, justificando a escolha da tartaruga.

Com inspiração na história do Livro da Selva, obra que simbolicamente guia os Lobitos, na sua ligação ao ar livre e à exploração da natureza, o animal foi adotado com o nome Mowgli, o mesmo da personagem do menino lobo da história infantil.

Sábado, Mowgli dirá adeus a uma família e irá conhecer outra e uma nova casa por mais oito dias.

Leia o texto na íntegra na edição de 21 de fevereiro em papel ou adquirindo aqui.

Marina Guerra
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.