Assinar Edições Digitais
Mercado

Lota de Peniche é a que gera maior volume de negócio em Portugal

As estatísticas da Docapesca mostram que na cidade península foram transacionados 30,5 milhões de euros em 2012, um valor que não é superado por nenhum outro porto.

De todo o país, é no porto de Peniche que o negócio do mar mais rende. O pescado transacionado em lota gerou 30,5 milhões de euros no ano passado, de acordo com estatísticas da Docapesca, que colocam a cidade península à frente de concorrentes importantes como Matosinhos e Sesimbra, por exemplo.

Na Nazaré, as descargas em lota movimentaram 7,8 milhões de euros no ano passado (fotografia: Joaquim Dâmaso)

Na Nazaré, a venda em lota movimentou 7,8 milhões de euros, entre janeiro e dezembro de 2012, a nona soma mais alta entre a meia centena de postos e delegações da rede Docapesca.

Das cinco espécies mais vendidas na lota de Peniche, que são a cavala, a sardinha – juntas significam 43% -, o carapau, o carapau-negrão e o polvo-vulgar, a maior faturação chega através da sardinha, com 3,5 milhões de euros, ou 1,56 euros por quilo. No entanto, a espécie que proporciona melhor cotação é o polvo-vulgar: 4,36 euros por quilo.

Leia a reportagem completa na edição de 21 de fevereiro de 2013. Pode adquirir o jornal online aqui.

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt