Assinar
Sociedade

Agroal abre época balnear segunda-feira com água de "boa qualidade"

Uma única análise “má” em 2009 e a alteração da legislação quanto à classificação da qualidade da água das zonas balneares fez com que a praia do Agroal fosse considerada má para banhos. A Câmara garante contudo que tem boa qualidade.

Uma única análise “má” em 2009 e a alteração da legislação quanto à classificação da qualidade da água das zonas balneares fez com que a praia do Agroal fosse considerada má para banhos. A Câmara garante contudo que tem boa qualidade.

Inconformada, a Câmara Municipal de Ourém pediu análises a um laboratório especializado e debateu o assunto com o Ministério do Ambiente e a Agência Portuguesa do Ambiente.

Esta semana, a autarquia anunciou a abertura da época balnear para a próxima segunda-feira, com a certeza de que o Agroal vai estar pronto para banhos e que a água não oferece qualquer risco.

O resultado das análises solicitadas pelo município e o ponto de situação do processo foram dados a conhecer na terça-feira, dia 25, em conferência de imprensa.

A Câmara pediu análises à agua da nascente e do chamado “lava pés”, onde a GNR por norma faz as suas recolhas. Os resultados, considerados extremamente baixos face aos limites impostos, comprovam a boa qualidade da água, segundo o município,  frisando que a recolha decorreu no dia 19 de junho, após uma noite de chuva.

Para o vereador José Alho, os dados refletem um “processo de consolidação da qualidade da água”, sobretudo desde que se instalaram coletores de esgotos no Agroal em 2011. A análise de 2009, por ser anómala e única, devia ter sido retirada da estatística, defendeu.

A Agência Portuguesa do Ambiente vai agora ponderar os argumentos da Câmara de Ourém e, a aceitá-los, a praia deverá ser reclassificada pela positiva no próximo ano, adiantou o autarca.

Cláudia Gameiro
claudia.gameiro@regiaodeleiria.pt

Nota da redação: Na edição desta semana do REGIÃO DE LEIRIA, foi erradamente repetida a notícia relativa ao risco de encerramento da praia do Agroal, que tinha sido publicada na edição de 6 de junho de 2013. Pelo lapso, pedimos desculpas aos leitores e aos visados.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.