Assinar
Cultura

Turismo. Um bilhete que vale por seis

Seis monumentos e museus pelo preço único de 12 euros. É apenas das facetas de “Histórias do Centro”, projeto que quer dinamizar o turismo da região.

E se um dia o convidassem a visitar seis espaços culturais por apenas 12 euros? Ou melhor: por menos de metade do preço que custariam seis bilhetes individuais? Na verdade já é possível.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O multipremiado Museu da Comunidade Concelhia da Batalha é um dos destinos incluídos

Uma caderneta com seis entradas para outros tantos museus e monumentos da região está disponível desde o início de dezembro, podendo ser adquirida em qualquer dos espaços a visitar ou online, através do site dedicado ao projeto “Histórias do Centro”. A validade é de um ano.

A ideia, que partiu da iniciativa da administração do Parque dos Monges, conquistou o interesse das câmaras de Alcobaça, Batalha e Leiria, bem como da Fundação Batalha de Aljubarrota, entidades parceiras em torno de um mesmo objetivo: cativar e fidelizar turistas na região.

Patrocinado pelo Turismo do Centro, o projeto visa potenciar o acesso a vários equipamentos de referência, alguns deles premiados internacionalmente, e contribuir para o aumento do número de dias de permanência na região.

Um objetivo assumido pelos promotores do projeto, que pretende a curto prazo conquistar também unidades hoteleiras e restaurantes, interessados em ser parceiros e integrar um leque mais alargado de serviços turísticos a preços atrativos.

Miguel Martins, coordenador do projeto, apontou, no decorrer da sua apresentação formal, a necessidade de, “em conjunto, captar mais visitantes aos nossos concelhos e aumentar o seu tempo de permanência”.

Segundo o responsável, aqueles seis espaços atraem em média 150 mil visitantes por ano, enquanto os mosteiros de Alcobaça e da Batalha cativam mais de 450 mil turistas, e o Santuário de Fátima cerca de 2,5 milhões de visitantes e peregrinos. Números que os promotores consideram possível potenciar a favor do turismo regional.

“Nas Histórias do Centro, vamos procurar dar ao turista o que ele pretende e tentar aproximar o produto ao que ele deseja”, e os seus gostos “são diversificados”, acrescentou Rui Rasquilho, consultor histórico do projeto.

Mas não só de um bilhete vivem as “Histórias do Centro”. Dez rotas turísticas foram idealizadas para garantir uma diversidade de sugestões, entre espaços e eventos a visitar.

Por valores que oscilam entre 15 e 30 euros, e tempos de visita entre um a três dias, estão disponíveis as rotas de Soldados e Monges, do Vinho e Doces, de Cister, do Lis, dos Mosteiros, do Património, da História, dos Castelos e do Centro.

Mais informações: www.historiasdocentro.pt.

(Notícia publicada na edição de 5 de dezembro de 2013)

MR

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.