Assinar Edições Digitais
Sociedade

As mais surpreendentes formas da união fazer a força na região

Colecionadores de pacotes de açúcar, satânicos ou enfermeiros motociclistas. Não faltam, na nossa região, pretextos para unir forças e lutar por objetivos comuns.

Colecionadores de pacotes de açúcar, satânicos ou enfermeiros motociclistas. Não faltam, na nossa região, pretextos para unir forças e lutar por objetivos comuns.

Por mais insólitas que possam parecer, existem muitas dezenas de associações no distrito de Leiria. Mais ativas umas que outras, são bem a mostra da dinâmica da sociedade civil, tantas vezes acusada de estar adormecida.

Aliás, por cá não faltou quem se unisse para lutar pelo direito a esse adormecimento, ainda que apenas numa pequena pausa, após o almoço. Confira 16 das menos óbvias associações que existem entre nós.

 

sestaNo meio de um dia de trabalho, a produtividade agradece uma sesta. Com sede em Ansião, a Associação Portuguesa dos Amigos da Sesta (APAS) propunha-se divulgar, promover e defender a prática da sesta enquanto pausa de repouso intercalar na actividade laboral. Criada em 2003, chegou a dinamizar conferências sobre a matéria. O ex-Presidente, Mário Soares, era apresentado como seu sócio honorário.  A APAS  não apresenta atividade visível, antevendo-se que esteja adormecida.

a_ucar_Há mais vida para além da bica: colecionar pacotes de açúcar.  O Clube Português de Colecionadores de Pacotes de Açúcar (CLUPAC) tem uma dúzia de anos e reúne colecionadores da embalagem vizinha inseparável da tão portuguesa bica. Conta com mais de quatro centenas de periglicófilos (colecionadores de pacotes de açúcar) que estrearam já este ano a sua nova sede, na vila da Batalha. Nessa vila reúnem o seu maior evento: Portsugar, em setembro.

boloEles é mais bolos. Quando com a mão na massa, os artistas se unem. A Associação Nacional de Cake Designers (ANCD), nasceu em 2009 e está sedeada em Óbidos. Pretende dignificar a profissão de cake designer e contribuir  para a sua promoção e desenvolvimento a nível nacional e internacional. Atividade não lhe falta, entre atividades de divulgação e formação.  Em março promove um concurso de cake design (criação artística de bolos), no Festival de Chocolate em Óbidos.

corpoCuidado com o corpo. Leiria é capital de quem olha por nós. De cabeleireiros, a institutos de beleza, Spa e termas, produtos naturais, cosméticos ou terapias naturais, de prevenção e reabilitação, entre outros, a Associação Nacional de Cuidados Corporais (ANCC), existe desde meados da década de 80 e está sedeada em Leiria. Reúne empresas cuja missão passa por nos ajudar na arte de  cuidar melhor do nosso corpo. A formação é uma das principais da associação.

ilumina_o_aUma ideia luminosa que reúne industriais de todo o país. Mora em Leiria a Associação dos Industriais Portugueses de Iluminação (AIPI). Como a designação deixa perceber, aposta na união das empresas deste sector e desde de 1997, aposta numa estratégia que aponta o reforço da exportação como um vector de crescimento. Foi esta associação que avançou com a LUZZA, uma marca chapéu para o sector de iluminação português.

autarquiasE se de repente, os municípios se unem a Oeste? Será amor? A Associação de Fins Específicos – AMO MAIS é a prova provada que na reorganização administrativa do país, não falta imaginação nem uma associação criativa de siglas. E assim foi em 2010, com a criação de uma associação de municípios que reuniu 14 concelhos da região Oeste. Na altura, a AMO MAIS, sedeada em Caldas da Rainha, substituiu a Comunidade Urbana do Oeste.

remoAo sabor da maré de quem arbitra uma modalidade que rema. Se o remo consegue bons feitos para o desporto nacional, não é menos relevante o papel de quem assegura que são cumpridas as regras da modalidade. A Associação Portuguesa de Árbitros de Remo (APAR), nasceu em Óbidos. Talvez a proximidade da Lagoa influencie a existência da associação. Contudo, esse é um facto que  não é fácil de verificar atendendo à ausência de contactos da mesma.

badmintonNão, é uma pena é um volante. Caldas da Rainha é capital do Badminton. O desporto freneticamente  centrado em passar o volante – e não a pena – por cima de uma rede, conta com a Federação Portuguesa de Badminton (FPB) e a Associação Portuguesa de Treinadores de Badminton (APTB) sedeadas em Caldas da Rainha. É também nessa cidade que existe o Centro de Alto Rendimento de Badminton. Aí, atletas da modalidade preparam-se na arte de dominar o volante.

DJsDjs seguem a batida de uma profissão que dança ao som da lei. A Associação Portuguesa de DJ’S (APDJ’S) está sedeada na Nazaré e já existe desde 2005. Reúne, como se depreende da sua designação, os profissionais desta atividade, essencial para a animação noturna. Um dos seus objetivos passa por enquadrar legalmente a profissão, mas também lutar pelos direitos dos disck jokey, nomeadamente no que se refere nos impactos para a saúde da atividade que exercem.

ambulanciasAmbulâncias de todo o país unidas em liga que mora às portas de Leiria. A Liga Portuguesa de Ambulâncias (LPA) tem dois anos. Se é habitual cruzar-se com ambulâncias na zona de Parceiros, Leiria, não estranhe pois é aí que esta liga está sedeada. A LPA  foi criada com o objetivo de auxiliar as empresas ou organizações privadas de transporte de doentes. E a verdade é que já conta com associados provenientes de vários pontos do país.

enfermeiros_motardSer enfermeiro não chega. Eis os enfermeiros motociclistas. Desde 2004 que a Associação Nacional dos Enfermeiros Motociclistas (ANEM) junta o útil da enfermagem ao agradável do motociclismo. Nasceu em Leiria e mantém diversas atividades ao longo do tempo. O mais frequente ponto de encontro é mesmo um grupo no Facebook, mas para além do site da associação existe igualmente um fórum na internet para debater questões ligadas à profissão.

satanicosSatânicos de todo o país têm ponto de encontro na Marinha Grande. Para o satanista, deus, o diabo, anjos e santos não passam de fragmentos da personalidade de cada um. Isso mesmo é assegurado no site da Associação Portuguesa de Satanismo (APS), a primeira montra desta associação que  está sedeada na cidade vidreira. Quando criada em 2003, a associação visava a divulgação do satanismo, representado pela Church of Satan, com sede nos Estados Unidos da América.

surdosHá uma ASAE em Leiria, mas provavelmente não é aquela que está a pensar. Não, não é  a entidade que fiscaliza restaurantes e espaços afins. A ASAE de Leiria é a Associação de Surdos da Alta Estremadura (ASAE), nascida em 2005. Com cerca de duas centenas de associados , tem como principal objectivo o de dar a conhecer o movimento associativo dos surdos destas região, bem como o de apoiar todos os surdos e as suas famílias.  Ministra também cursos de Língua Gestual Portuguesa.

agulhasÉ medicina e é energética e inspira-se em Nguyen Van Nghi. A Associação de Medicina Energética-IVN Portugal (AME -IVN) ou Instituto Van Nghi de Portugal tem a sua base em Leiria. Pretende ser uma referência no que denomina de Medicina Energética e Acupunctura Avançada. O trabalho do vietnamita Nguyen Van Nghi, ex-presidente da Associação Mundial de Acupunctura, é uma referência numa associação com profissionais em vários pontos do país e até no Brasil.

pacemakersAjudar o coração também pode ser forma de unir esforços em Pombal. Quando o coração precisa de uma ajuda, o pacemaker entra em cena. Em Pombal, há uma associação que assegura que seja dada a devida relevância a este auxílio. A Associação Portuguesa de Portadores de Pacemaker e de CDI (cardioversor desfibrilador implantável) (APPPC), promove a divulgação sobre estes dispositivos, o convívio entre os seus utilizadores e também a formação nesta área.

mapaFalta de orientação não é problema para a federação junto ao Pinhal de Leiria. A mancha florestal que abarca cerca de dois terços do concelho da Marinha Grande, é o palco para algumas das mais relevantes provas de Orientação. Sem supresas, é nesse concelho que a Federação Portuguesa de Orientação (FPO) está sedeada. Fundada há 24 anos, supervisiona uma modalidade que apenas precisa de um mapa, um terreno propício e muita vontade de praticar desporto.

(Notícia publicada na edição de 27 de fevereiro de 2014)

Carlos S. Almeida
Jorge Morgado (ilustrações)