Assinar
Sociedade

Vereadores querem PSP no topo Norte do estádio de Leiria

E se a PSP mudasse de instalações para o topo Norte do Estádio Municipal de Leiria? É essa a proposta do PSD.

E se a PSP mudasse de instalações para o topo Norte do Estádio Municipal de Leiria? Os vereadores do PSD da Câmara de Leiria propuseram isso mesmo ao presidente da autarquia, na reunião do executivo de terça-feira, 23 de setembro.

p18 psp-arquivo cor
Além da mudança da PSP, oposição defende criação de elevador para o Castelo (fotografia: Arquivo RL)

Segundo os proponentes, a ideia permitiria recuperar o edifício do largo de S. Pedro e converter o espaço num equipamento turístico/hoteleiro, aproveitando ainda a zona de estacionamento afeta ao Comando Distrital da PSP para “mitigar as dificuldades de estacionamento no acesso ao Castelo e ao m|i|mo”.

A intenção de deslocalizar o comando da PSP e de reconverter o edifício numa pousada não é nova. Já foi equacionada no âmbito do programa Polis, embora Raul Castro atribua a ideia inicial ao empresário Rui Filinto.

Na reunião, Raul Castro não recusou à partida a possibilidade de transferir a PSP para o topo Norte e agradeceu aos vereadores do PSD propostas que visem rentabilizar aquela zona do estádio.

Esta não foi contudo a única sugestão apresentada pelos social-democratas, que defendem a implementação de um “projeto integrado de valorização do Castelo de Leiria, estádio municipal e espaços envolventes”.

A construção de um novo acesso ao Castelo a partir da avenida 25 de Abril, através de um funicular ou elevador, a colocação de um pavimento “adequado” dentro das muralhas são outras medidas, a instalação da Loja do Cidadão no topo Norte, entre outros serviços públicos, a reabilitação da avenida Heróis de Angola e a requalificação do terminal da Rodoviária foram outras medidas apresentadas.

Propõem ainda a deslocalização do mercado grossista (do Falcão) para os antigos estaleiros da Estradas de Portugal (EP), o que no entender da oposição permitiria ao município poupar 1,2 milhões de euros, valor estimado para a aquisição de um novo espaço na zona da Barosa.

Recordando que as intervenções propostas já estão a ser objeto de estudo por parte do município, Raul Castro considerou que “vêm com alguns meses de atraso”.

Referiu, entre outros, os contactos com a Faculdade de Arquitetura da Universidade Nova de Lisboa para a celebração de um protocolo que vise o estudo de uma intervenção integrada para melhorar a acessibilidade ao Castelo, as conversações mantidas com a Direção Geral de Finanças para a instalação de serviços públicos no topo Norte, o estudo em fase de conclusão para a requalificação da avenida Heróis de Angola, a existência de um projeto de reabilitação para o terminal da Rodoviária, e um princípio de acordo para a instalação do quartel da GNR nos antigos estaleiros da EP.

MR

(Notícia publicada na edição de 25 de setembro de 2014)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.