Select Page

Observação de morcegos regressa a Pombal e arrisca ter lotação esgotada

Observação de morcegos regressa a Pombal e arrisca ter lotação esgotada

E que tal observar morcegos? Em Pombal, a Noite dos Morcegos volta a realizar-se. Esta é mais uma oportunidade de conhecer melhor estes mamíferos com asas. É a décima primeira edição, a cargo do GPS – Grupo de Proteção de Sicó, e a iniciativa suscita cada vez mais interesse, tendo mesmo esgotado nos últimos três anos.

Os morcegos não têm uma reputação por aí além. Não faltam referências no imaginário coletivo para aspetos menos positivos. São frequentes as associações ao universo dos vampiros, sobretudo graças aos filmes de terror. Para contrabalançar, resta-nos pouco mais que o Batman, super-herói que saltita da banda desenhada para o cinema, sempre com intenções de combater o crime. A realidade é diferente. E pode ser conferida na noite de morcegos que se realiza dia 26. Na verdade, apesar da má publicidade, a imagem positiva dos morcegos tem crescido, pelo menos é o que nota Pedro Alves, do Grupo de Proteção de Sicó. “Surgem cada vez mais casos de pessoas a pedir ajuda para tratar morcegos feridos, debilitados, que lhes entraram em casa, etc., o que seguramente resulta de atividades de sensibilização como as Noites dos Morcegos ou outras similares que se fazem um pouco por todo o país”, refere.

A curiosidade tem suplantado o receio, e com cerca de três dezenas de participantes a cada edição, estas noites com morcegos têm esgotado: “nos últimos 3 anos a lotação esgotou e fomos mesmo obrigados a recusar algumas inscrições de última hora”, explica.

Com as inscrições a decorrer – até dia 23 para o email gps.sico@gmail.com -, a noite com morcegos arranca pelas 18 horas de dia 26. Começa com uma palestra na Quinta de São João, em Poios, Redinha em que “falamos um pouco sobre os morcegos”, explica Pedro Alves. Entre outros aspetos, a conversa, diz, incide sobre “generalidades, curiosidades e algumas das espécies que ocorrem em Portugal”. Segue-se um passeio pedestre “que nos leva ao local (Vale do Poio Novo) onde vamos ver e ouvir os morcegos”, explica. É que com o anoitecer “os morcegos abandonam os seus locais de descanso diurno e é nessa altura que os poderemos conseguir ver a voar”. E sim, deverá ser possível ouvir estes pequenos animais com recurso a detetores de ultrassons, adianta ainda. Usualmente, “detetamos espécies relativamente comuns na zona, como o morcego-anão, o morcego-pigmeu, o morcego-hortelão e o morcego-rabudo”, revela Pedro Alves.

Em suma, a noite de morcegos em Pombal é uma oportunidade de conhecer melhor estes vizinhos notívagos, por vezes tão mal compreendidos. Mas a organização deixa o alerta: “não deixem as inscrições para o final, pois correm o risco de já não haver vagas”.

Carlos S. Almeida

Jornalista

nome@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Semana de Moldes 2018

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a criação de um imposto para financiar a Proteção Civil?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Share This