Select Page

Academia Olímpica de Portugal distingue jornalista do REGIÃO DE LEIRIA

Páginas dos trabalhos realizados sobre os atletas e treinadores olímpicos e paralímpicos do distrito de Leiria

A jornalista e editora de Desporto do REGIÃO DE LEIRIA, Marina Guerra, conquistou o primeiro lugar no Concurso de Imprensa Regional da Academia Olímpica de Portugal – Prémio David Sequerra-2017. A decisão do júri foi comunicada na passada segunda-feira e a distinção será formalmente entregue, em dezembro próximo, na cerimónia comemorativa do 31º aniversário da Academia.

Entre 2 de junho e 1 de setembro de 2016, Marina Guerra publicou um conjunto de trabalhos sobre os atletas e treinadores olímpicos e paralímpicos do distrito de Leiria a competir nos Jogos Rio2016.

“A variedade dentro da temática escolhida e a dimensão (por edição e no total) do trabalho publicado, que permitiu prolongar por vários meses informação sobre o Movimento Olímpico, foram os motivos que fundamentaram a decisão do júri”, referiu Tiago Nunes Viegas, presidente do conselho diretivo da AOP, no ofício enviado à jornalista e à direção do REGIÃO DE LEIRIA.

Em 10 edições diferentes, e com um grafismo especialmente desenhado para a temática dos Jogos Olímpicos, Marina Guerra traçou o retrato da participação da região no Rio2016. Por essas páginas passaram os triatletas João Pereira e João Pedro Silva, a lançadora Irina Rodrigues, a marchadora Daniela Cardoso, a atleta Odete Fiúza, o judoca Nuno Saraiva, os nadadores David Carreira, David Grachat e Victoria Kaminskaya, o ciclista David Rosa, o praticante de tiro João Costa, a atleta de badminton Telma Santos, o futebolista Ricardo Esgaio, os técnicos Paulo Reis, Paulo Bernardo, Carlos Carmino, Rui Norte e Maria Helena Bastos.

O Concurso de Imprensa Regional AOP – Prémio David Sequerra tem por objetivo incentivar e premiar a publicação de trabalhos sobre qualquer aspeto do movimento olímpico nos órgãos de imprensa regional, galardoando em cada ano o trabalho que melhor qualidade apresentar.

Ao autor do trabalho classificado em primeiro lugar, o júri atribui um troféu simbólico, um diploma e uma bolsa para viagem de estudo de duração não superior a quatro dias a qualquer destino de interesse no âmbito do olimpismo, a escolher entre Olímpia (Grécia) e Lausanne (Suíça).

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Semana de Moldes 2018

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a criação de um imposto para financiar a Proteção Civil?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Share This