Select Page

Vem aí um final de semana propício a incêndios

A subida de temperatura que esta quinta-feira já se faz sentir e que se intensificará amanhã, sexta-feira, é o primeiro sinal de que se aproximam dias em que o risco de incêndio rural está a aumentar.

Para esta quinta-feira está prevista uma temperatura máxima de 30 graus. Amanhã, sexta-feira, os termómetros deverão subir aos 32 graus. Para sábado são esperados 30 graus e no domingo deverá registar-se uma descida da temperatura máxima esperada em Leiria para 27 graus. Este calor anormal para a altura do ano, será acompanhado por baixos valores de humidade e vento que tende a intensificar-se.

De acordo com um comunicado do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para além dos “valores muito elevados da temperatura prevê-se, a partir de dia 27, sexta-feira, intensificação do vento, que será do quadrante leste, e valores baixos da humidade relativa do ar, abaixo de 30% na generalidade do território”.

Adianta o IPMA que estas condições meteorológicas, “a par de uma situação de seca extrema ou severa e valores extremos de secura dos combustíveis florestais irão agravar significativamente o risco de propagação de incêndios florestais”. O IPMA prevê mesmo que “um número elevado de concelhos” venha a ser considerado como estando “nas classes de risco de incêndio elevado a máximo”.

Os valores de temperatura, “em especial da máxima, estão muito acima dos valores normais para a época”, explica o IPMA que adianta que “esta situação meteorológica, explicada pela persistência de um anticiclone sobre o centro e sul do continente europeu, não deverá ter alterações significativas pelo menos por mais uma semana”.

Entretanto, a Autoridade Nacional de Proteção Civil já alertou para o risco de incêndios nos próximos dias, apelando para um cuidado redobrado. Lembra ainda a listagem de atividades que permanecem proibidas, atendendo às condições meteorológicas e do terreno. Assim, recorda que não é permitido realizar queimadas ou fogueiras; utilizar equipamentos de queima e de combustão; queimar matos cortados e amontoados ou qualquer tipo de sobrantes de exploração; lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes; fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais ou vias circundantes; proceder à fumigação ou desinfestação de apiários com equipamentos sem dispositivos de retenção de faúlhas.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

A Câmara Municipal da Marinha Grande deve comprar as piscinas de São Pedro de Moel?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This