Select Page

João Miguel: “Arrisquei neste disco”

Depois do disco que assinalou 30 anos de carreira, João Miguel lança “Vertigem” esta sexta-feira

O cantor João Miguel lança esta sexta-feira, dia 17 de novembro, o novo disco. “Vertigem” marca uma mudança na carreira do músico de Leiria. As novidades vão ser apresentadas num concerto amanhã, no Teatro José Lúcio da Silva.

Que disco é “Vertigem”?
Foi um disco que me deu muito gozo fazer, porque estou a trabalhar com grandes compositores, como o Paulo Martins ou o Nuno Junqueira… Além de cantar a solo, o disco tem alguns duetos, que ainda não posso revelar. Só no concerto de sexta-feira se vai saber.

O disco fala sobre quê?
Sobre não ter medo. Tinha muito de medo de lançar agora um disco, porque o que está a fazer-se é lançar singles. Tenho consciência de como está o mercado e o panorama musical no país. Mas arrisco na mesma com “Vertigem”. Chegou a altura de perder o medo. Também fala de amor, dos nossos passos do dia-a-dia…

Está a prepará-lo há quanto tempo?
Há um ano. Tem uma sonoridade internacional, fui buscar alguns sons atuais. Vou deixar de ser aquele menino que as pessoas estavam habituadas a ouvir, mas vou procurar chegar a todas as faixas etárias, sobretudo a mais adulta. Para quem me segue desde pequenino, num registo de música ligeira portuguesa, vai surpreender.

Arriscou neste disco?
Arrisquei. Os produtores são diferentes, para o som ser totalmente diferente dentro de outro conceito. Está-me a dar muito gozo, continuo sempre a aprender, estes anos todos depois de ter começado.

Onde quer chegar com ele?
A toda a gente. Pode ser o meu primeiro e último disco, mas quero que chegue a toda a gente. Para já ao público português, depois ir para fora. Como domingo o espanhol bastante bem, estamos em negociações para fazer um ou dois temas com alguém conhecido do panorama musical espanhol. Deve concretizar-se no próximo verão.

Até que ponto é importante este lançamento a nível pessoal?
Bastante. Ando nisto há muitos anos, já passei por muito na música, já bati a muitas portas… Gosto de subir degrau a degrau. Agora arrisco e tenho o Teatro José Lúcio da Silva cheio.

Como vai ser o espetáculo?
Será uma grande produção, para as pessoas verem como o João Miguel vai ser a partir do dia 17 de novembro. Vou ter a minha equipa, desde câmaras, fotógrafos, banda… É muito grande, 27 pessoas. Depois vamos para a estrada, mostrar este trabalho. Vai ser em grande.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com um agravamento de 30% na quota de condomínio para os proprietários de alojamento local?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This