Select Page

Mulher que fingia ser proprietária de terrenos florestais em Leiria detida por burla

A GNR deteve uma mulher suspeita de se fazer passar por proprietária de terrenos florestais para vender madeira, burlando as vítimas, anunciou hoje o Comando Territorial de Leiria.

Em nota de imprensa, a GNR informa que a suspeita, de 42 anos e com antecedentes criminais por furto, se deslocava a várias localidades do distrito de Leiria, com o objetivo de vender pinhais cujos terrenos não eram da sua propriedade.

“Para tal, procedia ao contacto com empresários ligados ao ramo de compra e venda de madeira, convencendo os mesmos de que seria proprietária de vários terrenos, vendendo a madeira a valores apelativos”, refere a GNR.

A GNR desenvolveu, durante cerca de dois meses, uma investigação sobre burla, sob a orientação do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, o que levou à detenção da suspeita, em flagrante delito, quando se preparava para a consumação de mais um crime.

“No seguimento das diligências foi realizada uma busca domiciliária, onde foi apreendido um cheque no valor de 3.000 euros, um telemóvel e diversa documentação relacionada com a prática dos crimes. Estima-se que a suspeita efetuou burlas num valor total de 30 mil euros”, acrescenta a nota.

A detida é hoje presente a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Leiria.

Lusa

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This