Select Page

Sede do agrupamento dos escuteiros dos Pousos destruída pelas chamas

A uma semana do ACAREG, o agrupamento 877 Pousos perdeu todo o seu material e arquivo Foto: Joaquim Dâmaso

A sede do agrupamento de escuteiros dos Pousos, Leiria, ficou totalmente destruída na sequência de um incêndio que deflagrou a noite passada, cerca das 00h40. 

O fogo, que atingiu várias bilhas de gás e provocou uma explosão, foi combatido pelos Bombeiros Municipais e Voluntários de Leiria, tendo ficado circunscrito ao edifício que os escuteiros ocupavam.

A uma semana do ACAREG – Acampamento Regional da Região de Leiria-Fátima do Corpo Nacional de Escutas, o agrupamento perdeu ainda todo o equipamento que tinha preparado para levar – entre tendas, material de cozinha e fogões – bem como todo o seu arquivo. 

“Perdemos tudo. Se tínhamos pouco, agora não temos nada”, adiantou Nuno Domingues, da chefia do Agrupamento 877 Pousos, ao REGIÃO DE LEIRIA.

Apesar desta perda, o agrupamento irá manter a sua participação no ACAREG com cerca de 80 dos mais de 100 elementos que compõe a unidade. A situação será analisada numa reunião de direção a realizar esta segunda-feira.

Instalada numa das antigas casas da guarda florestal, na Charneca do Bailadouro (perto da zona industrial dos Pousos), num espaço cedido há cerca de 30 anos pela Junta de Freguesia e Câmara de Leiria, a sede dos escuteiros já foi várias vezes assaltada e invadida, conta Nuno Domingues, que não consegue explicar o que aconteceu a noite passada.

O incêndio terá começado na sala reservada à secção dos Lobitos, onde nada estaria ligado.

A origem do fogo está a ser averiguada pela Polícia Judiciária de Leiria, que, na segunda-feira, destacou uma equipa de investigação para recolher indícios. 

MR

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

A programação da Capital Europeia da Cultura deve ou não incluir espetáculos tauromáquicos?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This