Select Page

Já há planos para travar a degradação da velha igreja vizinha das lagoas

A Igreja Velha do Arrimal poderá vir a ser recuperada Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

Em tempos foi a igreja local. Mas um novo templo, construído no centro do Arrimal, nos anos 70 do século passado, relegou-a para segundo plano. A degradação é evidente. As silvas tomaram conta do imóvel. Mas a Igreja Velha do Arrimal poderá vir a ser recuperada.

Depois de anos de esquecimento, surgem agora planos para preservar o imóvel, situado entre as duas características lagoas da localidade. Construída em 1775, a Igreja Velha do Arrimal tinha sido alvo de trabalhos de melhoramento em 1917 e 1945.

Mas, desde 1976, altura em que o culto católico local passou para a nova igreja, que o antigo templo da paróquia se tem vindo a degradar. Chegou a ser equacionada a sua aquisição particular, mas a população local mobilizou-se e a venda não se concretizou. Contudo, a deterioração daquele espaço de culto do século XVIII, perpetuou-se.

Agora o Município de Porto de Mós pondera intervir no local. De acordo com Jorge Vala, presidente da Câmara de Porto de Mós, a comissão da igreja, pároco e junta local já reuniram para definir o que fazer com o espaço.

“Achamos que vale a pena preservar as memórias” ligadas à velha igreja que, por estar ligada à Ordem dos Agostinhos Descalços, “desempenhou um papel no aumento da literacia na região”, explicou o autarca na reunião do executivo que, dia 8 de novembro, decorreu no Arrimal.

“Todos concordamos que a igreja deixou de ter valor patrimonial, mas tem valor pela sua memória e história”, referiu Jorge Vala que acrescentou que existirão vestígios no local que ainda não foram estudados.

O autarca adianta que pretende apresentar o projeto de recuperação do templo à Diocese de Leiria-Fátima. “Temos uma verba no Orçamento destinada a estabilizar a igreja e para avançar com o projeto, com ou sem apoio”, acrescentou o autarca. 

Artigo originalmente publicado na edição impressa do REGIÃO DE LEIRIA de 22 de novembro de 2018

Carlos S. Almeida
Jornalista
carlos.almeida@regiaodeleiria.pt

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda que avance, a curto prazo, o processo de regionalização?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Semana de Moldes 2018

Guia do Fim de Semana


Subscreva o nosso guia e descubra as melhores propostas culturais e de entretenimento disponíveis na região

Obrigado! Subscreveu com sucesso o nosso guia de fim de semana.

Guia do Fim de Semana


Subscreva o nosso guia e descubra as melhores propostas culturais e de entretenimento disponíveis na região

Obrigado! Subscreveu com sucesso o nosso guia de fim de semana.

Share This