Select Page

Esmeralda: Um grupo de sabores escondido na Nazaré

Composto por cafeteria, churrasqueira e um recém-lançado restaurante, a tríade de negócios familiar lidera uma oferta na zona de entrada e pouco explorada da vila

Não fica no Sítio, nem na marginal, tão pouco as mesas são alvo de disputa turística. Ainda. É que o faro empreendedor de Esmeralda Coelho não só foi capaz de lhe dar posse dos três únicos pontos licenciados para comércio na zona de Urbanização da Nova Nazaré, como carrega o histórico e potencial para transformar o mais recente negócio do grupo – que estampa seu nome – em mais um caso de sucesso.

“Mais ninguém vai fazer restauração aqui. Não há mais espaço”, conta num misto de orgulho e bom humor, enquanto observa a cafeteria, a churrasqueira para take-away e o novo espaço de restauração, num perímetro que alcança os olhos. Para entender o mérito por detrás da trilogia comercial, todavia, é preciso recuar no tempo. Isto porque, aos 21 anos, já casada e com dois filhos, a matriarca teve de encontrar alternativa para as contas, enquanto o marido sofria com os salários em atraso de uma economia difícil. Em 1985, 35 escudos bastaram para encorajar uma produção de bolinhos para venda à saída da missa, que mais tarde serviria de base para uma bem-sucedida banca de frutas no Mercado da Nazaré.

À frente de seu tempo, a empreendedora previu a chegada das grandes superfícies para concorrerem com os pequenos negócios e levou a aposta para a zona de entrada da vila. De lá para cá, não é exagero dizer que a cada seis anos, em média, a comerciante se lança a uma nova proposta. A mais recente tem decoração e identidade visual da leiriense Marlene Salgueiro e combina ambiente moderno com conforto para servir pratos de berço nacional.

O restaurante nasceu em junho de 2018, com o slogan de cozinha familiar, mas a experiência e alguns percalços encarregaram-se de lapidar o conceito, servido atualmente com a assinatura principal do chef Samuel Catarino. Por ele, e com apoio do sous-chef Bruno Vicente, releituras de pratos tradicionais ganham novas técnicas para apresentar nomes que vão além das mariscadas e cataplanas, o menu mais comum na Nazaré. Esses ficam lá para baixo. Do alto, Esmeralda quer surpreender.

De início, os croquetes de caça cumprem a missão e abrem terreno para a tábua de grelhados mistos ou para a versão do peixe garoupa com lingueirão e “todos os sabores de uma cataplana”. As palavras são da proprietária, também autora da sobremesa que acompanhou todo o crescimento da rede: Reforma Agrária – ou camadas de doce de ovos, creme de natas vegetais, farofa de bolachas e amêndoas, que no restaurante atendem pelo nome da dona. Como se sua quota de intervenções até aqui já não fosse o suficiente.

Restaurante Esmeralda

Rua Tomás Ribas, nº 3, Urbanização da Nova Nazaré
Telefone 924 212 949
Funcionamento De segunda a domingo das 12h às 15h e às sextas e sábados também das 19h às 22h
Preço médio 15€ no almoço e 20€ no jantar
Prato do dia 7,50€ durante a semana

 

Jessica Germano
Jornalista
jessica.m.germano@regiaodeleiria.pt

Fotos: Ricardo Graça e Jessica Germano

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

A presença de mais partidos no Parlamento é positiva para a democracia portuguesa?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This