Joana Magalhães
Jornalista
joana.i.magalhaes@regiaodeleiria.pt

Há algum tempo que a companhia S.A. Marionetas  sonhava com um projeto nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). A ideia ganha agora forma e entre 9 e 18 de novembro a estrutura de Alcobaça vai estar em São Tomé e Príncipe e Angola, com espetáculos e oficinas de construção e manipulação de marionetas.

“É um projeto que andamos a tentar desenvolver já há alguns anos e tem sido difícil de conseguir porque é dispendioso e também pela logística local que implica”, conta ao REGIÃO DE LEIRIA José Gil, fundador da companhia. A deslocação a África “abre uma porta bastante grande”, acrescenta.

Durante a próxima semana, a companhia vai estar em São Tomé e Príncipe com o espetáculo “etc…”, uma das suas produções mais premiadas, que subirá aos palcos do Centro Cultural do Príncipe, Escola Portuguesa São Tomé e do Centro Cultural Português.

A estrutura de Alcobaça aproveita a viagem para ensinar a construir e manipular marionetas em ações no Centro Cultural Português de São Tomé e Príncipe. Apesar de ser direcionado para artistas, artesãos ou professores da área, o responsável garante que “todos serão bem-vindos”.

Aliada à formação está também a sustentabilidade, já que todas as marionetas vão ser feitas a partir de materiais locais, que não sejam novos. “A ideia não é introduzir mais lixo, mas é, sem criar a frustração de inexistência de material, usar o que já existe”, adianta José Gil. Reciclar material que já não tem uso é um dos objetivos do projeto.

Com a deslocação a África, a S.A. Marionetas quer despertar a atenção para este tipo de espetáculos de bonecos.

No final da semana, metade da equipa regressa a Portugal e a restante viaja para Angola onde, no dia 17, apresenta o espetáculo “Teatro Dom Roberto” na Escola Portuguesa de Luanda.

A viagem da S.A. Marionetas é promovida pelo CAMÕES/ Centro Cultural Português de São Tomé e Príncipe e Arte Institute. A companhia foi fundada em 1997 e ganhou vários prémios a nível internacional, nomeadamente na Roménia, Ucrânia, China, Polónia e Tailândia.

 

O “Teatro Dom Roberto” será apresentado na Escola Portuguesa de Luanda, em Angola Foto: S.A. Marionetas