Assinar Edições Digitais
Saúde

Unidade de Hospitalização Domiciliária do Hospital de Leiria arranca até final de março

A nova Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar de Leiria arranca até final de março, anunciou aquele centro hospitalar.

A nova Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar de Leiria arranca até final de março, anunciou aquele centro hospitalar.

O projeto avança “durante o primeiro trimestre de 2020”, revelou ontem, em comunicado, o Centro Hospitalar de Leiria (CHL), especificando que vai contar com dez camas de internamento no domicílio, com abertura faseada até ao final do ano. Em 2021, os planos daquela unidade passam por alargar para 15 o número de camas abrangidas.

“Maior comodidade e bem-estar, maior qualidade de vida e envolvimento com a família e com o seu ambiente, ao mesmo tempo que se mantém a continuidade e a qualidade assistencial que cada doente requer”, são algumas das vantagens apontadas à nova unidade.

O CHL conta-se entre as dez unidades hospitalares que se comprometeram a, já este ano, avançarem com a hospitalização domiciliária, sendo que Marta Temido, ministra da Saúde, anunciou já que, em  2021, todos os hospitais públicos que integram o Serviço Nacional de Saúde terão Hospitalização Domiciliária.

A hospitalização domiciliária disponibiliza vários cuidados de saúde de nível hospitalar a doentes no seu domicílio, “quando já não carecem da infraestrutura hospitalar mas ainda de cuidados complexos2, explica o CHL em comunicado.

“Esta componente assistencial reduz a exposição dos doentes que já não precisam de estar em meio hospitalar a potenciais infeções hospitalares – especialmente em doentes tipicamente mais frágeis como os idosos, que se veem também muitas vezes desorientados e ansiosos num ambiente que não reconhecem – e liberta recursos hospitalares que podem ser alocados a outros serviços/doentes”, acrescenta.