Foram registadas mais nove mortes de pessoas com Covid-19 em Portugal, elevando para 23 o total de óbitos reportados no país.

A região Norte soma nove óbitos, a de Lisboa e Vale do Tejo oito, a zona Centro cinco e o Algarve um.

Até à data foram registados 2.060 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus, mais 460 do que ontem. Há notícia de 14 doentes recuperados.

Encontram-se internados 201 doentes, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

As restantes 1.822 pessoas com infeção confirmadas estão a recuperar em casa, em isolamento, por apresentarem sintomas ligeiros a moderados.

Estão ainda 1.402 pessoas a aguardar resultado laboratorial.

Segundo o balanço diário da Direção-Geral da Saúde (DGS), as autoridades de saúde têm sob vigilância 11.842 contactos.

A DGS dá ainda conta de 13.674 casos reportados como suspeitos desde o início da pandemia em Portugal. Em 10.212, o resultado foi negativo.

Quanto aos confirmados, a região Norte é a mais fustigada e já ultrapassa os mil doentes (1.007 casos). Seguem-se as regiões de Lisboa e Vale do Tejo (737), Centro (238) , Algarve (42), Açores (11), Madeira (9) e Alentejo (cinco). Há ainda 11 casos confirmados do estrangeiro, segundo o boletim epidemiológico diário.

Entre os doentes infetados estão 25 crianças com menos de dez anos e 66 jovens entre os dez e os 19 anos.

Existem 323 casos de doentes infetados acima dos 70 anos de idade.

É contudo entre a população dos 40 aos 49 anos que se registam mais casos (404) de doentes segundo o boletim da DGS, que indica a existência de 361 entre os 50 e os 59 anos; 347 casos entre os 30 e 39 anos; 294 na faixa dos 60 aos 69 anos; e 240 dos 20 aos 29 anos

O boletim de hoje indica ainda um total de 142 casos importados, sobretudo de Espanha (44), França (26), Itália (20), Suíça (11) e Reino Unido (11), além de Bélgica, Andorra, Países Baixos, Alemanha, Áustria, Brasil, Dinamarca, Egipto, Emirados Árabes Unidos, Índia e Irão.

Mais de 15 mil pessoas já morreram em todo o mundo infetadas por Covid-19, de acordo com um balanço feito pela Agência France Presse (AFP), e noticiado pela agência Lusa.

De acordo com o novo balanço divulgado às 11 horas, o novo coronavírus matou 15.189 pessoas em todo o mundo desde que surgiu em dezembro, a maioria na Europa (9.197).

Com 5.476 mortes, a Itália é o país mais afetado à frente da China (3.270), foco inicial do contágio, e Espanha (2.182).

Com 1.395 novas mortes nas últimas 24 horas, num total de 172.238 casos oficialmente diagnosticados, a Europa também é o continente onde a pandemia está a progredir mais rapidamente.