Assinar Edições Digitais
Covid-19

Covid-19: Município de Porto de Mós adquire 50 mil euros em material médico para o hospital de Leiria

A autarquia implentou um conjunto de apoios à população, dos quais faz parte a nova linha de apoio do Centro de Saúde de Porto de Mós, disponível através do 924 133 699, entre as 8 e as 20 horas.

Castelo de Porto de Mós Foto de arquivo

O Município de Porto de Mós vai adquirir ventiladores e outro material médico no valor de 50 mil euros, para reforçar a capacidade de resposta do Centro Hospitalar de Leiria. A medida faz parte de um conjunto de apoios da autarquia por causa do novo coronavírus.

Os Bombeiros Voluntários de Porto de Mós, Mira de Aire e Juncal estão incluídos nos apoios e vão receber equipamento de proteção individual e higienização, nomeadamente máscaras cirúrgicas, gel SABA – solução antissética de base alcoólica e desinfetante para as ambulâncias, no valor de 10 mil euros, avança o município em comunicado.

Na sequência dos apoios devido à Covid-19, a Câmara de Porto de Mós vai prolongar, por um período de 30 dias, o prazo de pagamento das contas de água e saneamento, refeições escolares, ocupações de tempos livres (ATL) e prolongamentos de horário, contraordenações e coimas, bem como publicidade e outras taxas correspondentes a licenciamentos.

O município decidiu ainda encerrar todos os edifícios com atendimento ao público presencial, “ficando apenas disponível, nesta fase, o contacto por via telefónica ou correio eletrónico de todos os serviços”.

Também os espaços e equipamentos públicos se encontram encerrados, incluindo os parques de campismo e de caravanismo do concelho. De acordo com a autarquia, todos os edifícios e espaços públicos de Porto de Mós serão higienizados e desinfestados.

O Centro de Saúde de Porto de Mós passa a ter uma linha móvel, disponível através do 924 133 699, entre as 8 e as 20 horas.

As medidas surgem no seguimento da constituição de um grupo de trabalho para “acompanhar em permanência a evolução” do novo coronavírus e “dar resposta de imediato às reais necessidades da população”, diz a nota da autarquia.

O município implementou ainda diversos serviços sociais, de forma a “apoiar diretamente as famílias mais vulneráveis”:

  • Fornecimento de refeições gratuitas a todos os alunos, que assim o solicitem, do escalão A e B. Contactar o Gabinete da Educação através do 244 499 638 / 924 133 440, entre as 9 horas e as 17h30;
  • Disponibilização de refeições às famílias mais vulneráveis. Contactar o Gabinete da Ação Social através do 244 499 638, entre as 9 horas e as 17h30;
  • Entrega de bens de primeira necessidade. Contactar o Gabinete da Ação Social através do 244 499 638, entre as 9 horas e as 17h30;
  • Apoio Psicossocial às famílias. Contactar a psicóloga do município através do 924 134 143, entre as 9 horas e as 17h30;
  • Criação de Linha de Apoio Social. Contactar a Assistente Social do Município através do 924 133 913, entre as 9horas e as 17h30;