Um total de 60 viseiras, equipamento de proteção individual para evitar o contágio, foi entregue a duas unidades de saúde no concelho da Batalha.

Resultado do trabalho voluntários dos elementos da comunidade Maker, estes equipamentos foram entregues esta quinta-feira, 26 de março, na Unidade de Saúde Familiar da Batalha e no Centro Hospitalar Nossa Senhora da Conceição.

Cada uma destas unidades recebeu um lote de 30 viseiras de proteção individual. A produção é realizada por voluntários que usam os equipamentos que têm disponíveis para, através da impressão 3D, fabricar as viseiras.

Carlos Santos, que coordena, no concelho da Batalha, as equipas que integram este movimento de cariz nacional, adianta que continua o esforço de fabrico das viseiras. “Estes foram os primeiros lotes, entregues às duas unidades locais, por parte das pessoas que estão a fabricar aqui na zona da Batalha”, explica em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA.

Para o centro hospitalar situado nas Brancas, nas imediações da vila da Batalha, estes voluntários estão a “a planear entregar um segundo lote, com mais viseiras, no início da próxima semana”. “E à medida que os pedidos chegarem vamos procurar entregar”, acrescenta Carlos Santos que revela que, de momento, o volume de pedidos excede, para já, a capacidade de resposta.

O movimento Maker está aberto à colaboração de novos voluntários e tem já planos para reforçar a capacidade de resposta, avançando com a produção de equipamentos “por injeção de moldes com uma cadência de produção diferente”, refere Carlos Santos.