Assinar Edições Digitais
Saúde

Hospital cria linha de apoio do Serviço de Urgência Obstétrica e Ginecológica

Os utentes com queixas ou dúvidas relacionadas com a gravidez, ou outros aspetos do foro ginecológico, devem evitar deslocar-se à urgência.

O Centro Hospital de Leiria (CHL) criou uma linha de apoio no Serviço de Urgência Obstétrica e Ginecológica (SUOG), onde especialistas estarão disponíveis para esclarecimento de dúvidas e fornecimento de informação.

A medida, em vigor durante o contexto causado pela pandemia do novo coronavírus, visa evitar deslocações desnecessárias por parte dos utentes ao SUOG e prevenir situações de contágio de profissionais e utentes nesta fase de elevado risco, refere uma nota do CHL.

Os utentes com queixas ou dúvidas relacionadas com a gravidez ou com outros aspetos do foro ginecológico, que possam ser consideradas urgentes, devem contactar o número 244 817 097, antes de qualquer deslocação à urgência.

Também esta semana, o CHL esclareceu que os acompanhantes de doentes passaram a estar impedidos de permanecer nos serviços hospitalares.

O serviço de pediatra e os casos de doentes terminais são as exceções.

O CHL “suspendeu, com efeito imediato, a permanência de acompanhantes de doentes nos serviços dos seus hospitais”, anunciou a instituição ao início da última terça-feira. “A medida visa diminuir os riscos de contágio à comunidade pela pandemia” do Covid-19, explica a nota.

“Excetuam-se desta medida de suspensão o serviço de pediatria (internamento e urgência) e casos de doentes terminais, que mantêm o regime atual”, esclarece a unidade hospitalar.

No serviço de pediatria “é permitida apenas a entrada de um acompanhante no horário de 24horas/24horas”.

Da mesma forma, revela ainda o hospital, “as informações médicas passam também a ser dadas aos acompanhantes, exclusivamente via contacto telefónico”.