“Parece uma gripe normal”. É desta forma que o António Pereira, pároco de Fátima, descreve a forma como está a sentir os efeitos da infeção por Covid-19.

O caso foi confirmado na passada segunda-feira e desde então que o padre, um rosto conhecido também do futebol, pela sua ligação ao Centro Desportivo de Fátima, se mantém em casa, “de cama, e em contacto com o delegado regional de saúde pública”.

Febre, tosse e algumas dores no corpo são os principais sintomas que António Pereira apresenta.

Em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA, o pároco explica que chegou na passada segunda-feira de uma viagem de uma semana a Israel, onde se deslocou com mais 17 pessoas da região. “Foi uma viagem atribulada. A TAP deixou de voar para Lisboa e tivemos que fazer o voo de Telavive até Madrid e aí mudar e apanhar um autocarro até Fátima”, refere.

Sem certezas, pensa que terá sido na transição na capital espanhola que possa ter surgido o contágio.

Os restantes membros do grupo, que integraram a viagem, não apresentam até ao momento quaisquer sintomas, mas encontram-se sob vigilância.

“Eu não queria fazer a viagem, fomos 17 mas desistiram bastantes antes disso. Por mim teria ido noutra altura e com mais segurança, mas garantiram-nos que estava tudo bem e para não perdermos a viagem, acabámos por ir”, diz, acrescentando que apesar dos sintomas, sente-se bem e está “estável”.

Sem fronteiras, grupos etários ou religiões a travar o novo coronavírus, o padre entende que é preferível ter sido ele do que “os outros” a ficar infetados. “Antes eu do que os outros”, diz.

António Pereira é padre nas paróquias de Abrã, Amiais de Baixo, Bugalhos, Moitas Venda, Monsanto, Vila Moreira e Alcanena, na diocese de Santarém, e também no seminário dos Monfortinos em Fátima. Foi durante vários anos presidente do clube Centro Desportivo de Fátima, cargo que continua a desempenhar na atualidade. Completou 50 anos de sacerdócio em 2019.

No concelho de Ourém registaram-se até às 12 horas de hoje, quarta-feira, três casos positivos de Covid-19 e 42 pessoas encontram-se sob vigilância.

Na região, estavam identificados até ao dia de hoje 29 casos, com Pombal a registar o maior número (7) e onde também já se verificaram duas mortes.

Entretanto, também esta quarta-feira, foi conhecido outro óbito, de um homem, de 69 anos, natural de Brancas, concelho da Batalha, que se encontrava a viver em casa de uma filha, em Oliveira do Bairro. A nível nacional são já 43 os casos de óbito conhecidos.

(Atualização às 22h15 do dia 25 de março, com indicação de que o padre António Pereira é atualmente presidente da direção do clube CD Fátima)