A organização do festival A Porta e a associação InPulsar estão a recolher computadores para ajudar estudantes de comunidades mais vulneráveis de Leiria a prosseguirem estudos durante as limitações impostas pela pandemia da covid-19.

A iniciativa solidária intitula-se “Fazer chegar a escola a casa” e pretende minimizar os efeitos negativos da pandemia, dotando o maior número possível de crianças e jovens com material informático que permita manter uma ligação à escola e aos professores.

Em comunicado, os promotores solicitam a quem tenha computadores ou ‘tablets’ e outros periféricos (como câmaras e microfones) que já não sejam necessários que os ofereçam, de modo a serem reparados e preparados.

Depois, essa tecnologia será entregue a crianças e jovens do concelho de Leiria, identificados pela associação InPulsar, para que continuem a aprender, mantendo uma ligação ao sistema de ensino.

Os interessados em contribuir para a campanha “Fazer chegar a escola a casa” podem obter mais informações aqui.

O material informático poderá ser entregue diretamente na sede da InPulsar no Edifício Arcadas – Rua Dr. José Gonçalves Lote 11 – Loja 15B (perpendicular à Av. Marquês de Pombal ver mapa), todos os dias úteis entre as 10 e as 18 horas.

O festival A Porta nasceu há seis anos para aproximar o público de Leiria das diversas formas de arte e para dar nova vida a espaços esquecidos da cidade. A edição de 2020, prevista para junho, foi cancelada devido à pandemia da covid-19.

A associação InPulsar é uma instituição particular de solidariedade social dedicada ao desenvolvimento comunitário. Trabalha desde 2012 para a inclusão social e económica de populações em situação de vulnerabilidade social numa lógica de proximidade e envolvimento direto.