A escola Guilherme Stephens, na Marinha Grande, situada junto ao Centro de Saúde, é agora um Centro de Acolhimento a Doentes da Covid-19. Esta é uma das 21 medidas implementadas pela autarquia, no valor de 893 mil euros, para combater o novo Coronavírus que hoje foram dadas a conhecer.

No conjunto de medidas está também a instalação de uma tenda junto à Área Dedicada à Covid-19 (ADC) para que os doentes “não estejam na rua enquanto esperam pelo atendimento”, explica a Câmara da Marinha Grande num comunicado. No local foram ainda instaladas casas de banho portáteis.

O município acrescenta que está a “adquirir material para prevenção de quem trabalha diretamente com a população de risco”.

Cidália Ferreira, presidente da Câmara da Marinha Grande, confessa que estes são “tempos muito difíceis” e que até há poucos dias seria “completamente impensável imaginar que se viveriam desta forma”.

“Infelizmente os casos aumentam em todo o país e nós na Marinha Grande não somos exceção”, acrescenta.

A autarca destaca que a “população [da Marinha Grande] tem sido exemplar, demonstrando o sentido de responsabilidade e de dever cívico” ao respeitar todas as indicações.

As medidas adotadas pela autarquia na luta contra a Covid-19 implicam um investimento de 893 mil euros e foram desenvolvidas em articulação com as autoridades nacionais e locais.

A isenção de 50% do pagamento da água nos próximos três meses para particulares e empresas são algumas destas medidas que pode consultar nesta infografia divulgada pelo município.