Seis mortes de doentes com Covid-19 foram contabilizadas desde ontem em Portuga, elevando o total para 1.555.

Foram ainda registados mais 451 casos de infeção, fixando-se agora o total de diagnosticados positivos desde o início da pandemia em 40.866.

Há registo ainda de 251 recuperações nas últimas 24 horas, o que corresponde a um total de 26.633.

O boletim diário da situação epidemiológica da Direção-Geral da Saúde (DGS) dá ainda conta de um total de 457 doentes internados (mais 21 do que ontem, quinta-feira), mantendo-se em 67 o número de doentes acompanhados em unidades de cuidados intensivos.

O número de pessoas que estão a recuperar em casa com sintomas ligeiros a moderados subiu para 12.221 (mais 173 do que ontem), tendo o número de contactos sob vigilância das autoridades de saúde também aumentado para 31.246 (mais 133).

Mais sete casos positivos na região de Leiria e mais sete recuperações

Foram registados mais sete casos na região (distrito de Leiria) desde ontem, dos quais três em Alcobaça, dois no Bombarral, um em Leiria e um em Pombal.

No caso do Bombarral, a Câmara adianta tratar-se de elementos da mesma família, um adulto e uma criança, com relação direta com um caso positivo anteriormente identificado. Os dois encontram-se “assintomáticos, em isolamento ativo, estando a situação a ser devidamente acompanhada pelas autoridades de saúde”, explica numa nota publicada na sua página de Facebook.

Já na Marinha Grande, e na sequência da deteção, no final da passada semana, de um caso positivo entre os 19 trabalhadores do Centro de Distribuição Postal dos CTT, os testes realizados até ao momento aos restantes colaboradores revelaram-se negativos, apurou o REGIÃO DE LEIRIA junto da delegada de Saúde Pública do concelho.

Entretanto, nas últimas 24 horas, houve ainda registo de sete recuperações na região: quatro em Óbidos, duas no Bombarral e uma em Alcobaça.

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, Cimoeste e municípios
*Optamos por retirar sete dos 34 casos que foram sinalizados em Alvaiázere pelo município, no final de março, após um surto num lar de Maçãs de D. Maria. Nem todos os doentes contudo residem no concelho não tendo sido ali contabilizados pelas autoridades de saúde