Um homem, de 59 anos, foi identificado por violência doméstica e por detenção de arma proibida, no concelho de Pedrógão Grande, na passada sexta-feira.

Em comunicado enviado esta segunda-feira aos órgãos de comunicação social, o Comando Territorial de Leiria da GNR esclarece que o indivíduo foi identificado “na sequência de uma investigação que decorria há cerca de três meses”.

“Apurou-se que o suspeito ameaçava a vítima, de 51 anos, de quem se encontra separado, desde 2013, mas coabitam na mesma residência, propriedade de ambos”, refere a mesma nota à imprensa.

Nas buscas realizadas à habitação, anexos e a sete veículos foram apreendidas 150 munições, 37 petardos pirotécnicos, 34 cartuchos, uma soqueira, um aerossol de defesa e uma fuste de arma caçadeira.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Pombal.