Assinar Edições Digitais


Ourém

Receita da venda de escultura de Nª Sª de Fátima destinada a crianças e jovens

Comercializada por 25 euros, revertendo por cada unidade um euro para apoio a crianças e jovens

Uma estatueta comemorativa do centenário da escultura da Senhora de Fátima vai ser lançada no mercado, esta quinta-feira, dia 18, com uma edição limitada de 25 mil exemplares e que inclui uma componente solidária.

Apresentada no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima, a imagem será comercializada por 25 euros, revertendo por cada unidade um euro para apoio a crianças e jovens residentes no Centro de Ação Social do Santuário de Fátima – Casa São Miguel.

“Ao envolver as fábricas locais, este projeto valoriza um setor económico importante para Fátima, que é a sua indústria de artigos religiosos”, disse a presidente da Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO), Purificação Reis, que enfatizou o valor de uma produção local certificada “exaltando o mais importante ícone mariano da atualidade”.

O fabrico e comercialização desta série de imagens da Senhora de Fátima (em poliestireno, do grupo dos termoplásticos) resultou de uma parceria da ACISO com a Imprensa Nacional – Casa da Moeda (IN-CM) e o Santuário de Fátima, cujo reitor, o padre Carlos Cabecinhas, participou também na cerimónia.

“Este projeto persegue um louvável objetivo social para o qual todos somos convidados a contribuir, não só através da aquisição da imagem, mas também através do forte empenho na sua divulgação e na sua comercialização”, afirmou Purificação Reis, realçando que idêntico fim comunitário “está também presente” no terço comemorativo do centenário das “Aparições de Fátima”, lançado em 2017 e ainda no mercado.

A dirigente salientou que as imagens da Senhora de Fátima e os terços “são os objetos que os peregrinos mais levam para suas casas” quando visitam o complexo mariano da Cova da Iria.

“A beleza e simplicidade da imagem, de cor única, pretende transmitir a paz e o despojamento, convidando à meditação, à oração e à celebração da fé”, explicou.

A iniciativa da associação empresarial contou com a assessoria do Santuário, na seleção de imagens e elaboração de textos para o livro que acompanha a estatueta, e a cedência por uma fábrica local de artigos religiosos de um protótipo em madeira que permitiu a conceção do molde para a reprodução da peça.

Numerada e com um selo holográfico de certificação da IN-CM, cada estatueta é acompanhada de um livro explicativo em sete línguas – Português, Espanhol, Francês, Inglês, Italiano, Alemão, Polaco – cujos textos são da autoria do diretor do Museu do Santuário de Fátima, Marco Daniel Duarte.

Intervieram igualmente na sessão o administrador da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Alcides Gama, e a diretora do Centro de Ação Social do Santuário de Fátima, Nanci Leite.

A produção da imagem comemorativa e do livro envolveu três empresas de Fátima, associadas da ACISO.