Com mais oito novos resultados positivos desde ontem, a região ultrapassa a barreira dos 900 casos de infeção por Covid-19. São agora 904 o total de casos confirmados, desde o início de março, altura em que se detetaram os primeiros casos em Portugal.

Caldas da Rainha e Leiria são os concelhos com mais casos confirmados, 164 e 163, respectivamente. Em Caldas da Rainha, há mais três casos nas últimas 24 horas, enquanto Leiria regista mais um teste positivo.

Batalha e Porto de Mós têm igualmente mais um caso cada, ao passo que Ourém verifica mais dois casos confirmados.

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, CimOeste, CimMédio Tejo e municípios

Nas últimas 24 horas registaram-se mais seis recuperações. Leiria é o concelho com um total de mais recuperados, 125, mais uma do que ontem, sexta-feira.

Em Caldas da Rainha há mais dois doentes recuperados, elevando para 107 o total de doentes nessa condição. Há ainda mais duas recuperações no Bombarral e uma em Alcobaça. Na região (distrito de Leiria e concelho de Ourém) são agora 660 os doentes recuperados.

O número de casos ativos sobe para 205, mais dois do que ontem.

Quanto ao número de óbitos, permanece inalterado (39).

Portugal com mais 263 casos

Portugal regista hoje mais quatro mortes e 263 novos casos de infeção por covid-19 em comparação com sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, em Portugal regista 49.955 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia e 1.716 mortes.

Lisboa e Vale do Tejo, onde tem havido mais surtos ativos, soma hoje 25.293 casos, mais 183 infetados do que na véspera.

Três das quatro mortes hoje registadas dizem respeito à região de Lisboa e Vale do Tejo, onde, até ao momento, morreram 585 pessoas.

O outro óbito registou-se no Alentejo, região com um total de 21 mortos e 671 infetados desde o início da pandemia.

Em termos percentuais, nas últimas 24 horas, o aumento de óbitos foi de 0,2% (passou de 1.712 para 1.716) e o de casos confirmados de 0,5% (de 49.692 para 49.955).

Em número de casos, Lisboa e Vale do Tejo lidera com 25.293, seguida pela região Norte (18.487, com 46 novos casos), a região Centro (4.401, mais nove casos), o Algarve (838 e 21 casos novos) e o Alentejo (671, mais quatro casos).

Nos Açores e na Madeira o número de infetados manteve-se, em 160 e 105, respetivamente.

Apesar dos aumentos diários de óbitos na zona de Lisboa e Vale do Tejo, é o Norte que continua a registar o maior número de mortes (828), depois surge então a região de Lisboa e Vale do Tejo (585), o Centro (252), Alentejo (21), Algarve (15) e Açores (15).

Nas últimas 24 horas, o número de pessoas internadas diminuiu para as 410 (menos 10) e nos cuidados intensivos estão agora 50 pessoas (menos duas).

Em relação à informação sobre os casos por concelho, a DGS recorda que apenas é atualizada às segundas-feiras, pelo que os três concelhos com mais casos confirmados indicados no boletim continuam a ser Lisboa (4.240), Sintra (3.476) e Loures (2.197).

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.153, três novos), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (331, um novo), entre 60 e 69 anos (152) e entre 50 e 59 anos (55). Há ainda 20 mortos registados entre os 40 e 49 anos, três entre os 30 e 39 e dois entre os 20 e 29 anos de idade.

Em termos de infetados, a faixa etária entre os 30 e os 39 anos foi a que registou um maior aumento de casos em relação à véspera, com mais 65 novos casos de covid-19.

Em termos globais, há mais infetados na faixa etária entre 40 e 49 anos (8.219, mais 44 casos do que na quinta-feira) depois entre 30 e 39 anos (8.167, um aumento de 57 casos), 20 e 29 anos (7.617, mais 49 casos), 50 a 59 anos (7.549, mais 29), seguida das pessoas com mais de 80 anos (5.758, mais oito do que no dia anterior).

As autoridades de saúde têm sob vigilância 34.980 – mais 110 do que sexta-feira – e 1.564 casos aguardam resultado laboratorial.

O número de doentes dados como recuperados da covid-19 aumentou para 35.010 (mais 323).

Com Lusa

Nota: Notícia atualizada às 15h30 com dados suplementares.