Assinar
Alcobaça

PJ detém homem suspeito de atear cinco fogos na zona de Alcobaça

O homem é suspeito de ter ateado os fogos na área onde residia.

Faixa da Polícia Judiciária

Um operário fabril, de 30 anos de idade, foi detido no último sábado, suspeito de cinco crimes de incêndio florestal, ocorridos na zona de Alcobaça.

O homem é suspeito de ter ateado os fogos na área onde residia. Usualmente, participava nas ações de combate, referem as autoridades.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje, em comunicado, a detenção, levada a efeito através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria.

Explica a PJ que o arguido “munido de um isqueiro e cigarros, ateava fogos na sua área de residência, após o que era habitual participar no combate aos mesmos”.

“O conhecimento dos factos foi recente”, adianta aquela força policial que acrescenta terem sido “desenvolvidas diligências investigatórias de imediato, que conduziram à detenção do suspeito”.

“O arguido, de 30 anos de idade, operário fabril, irá ser presentes às autoridades judiciárias competentes para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas”, conclui a PJ.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.