Cada um de nós acumula capital de conhecimento precioso, seja pela formação académica seja pelas diversas experiências vividas. É a partir desse princípio que nasce em Leiria este sábado, 15 de agosto, “VIVO – Biblioteca humana”, projeto que pretende promover a partilha entre o público e especialistas de diversas áreas.

No Centro Cívico, das 17 às 19 horas, será possível conversar com um conjunto de convidados que vão desde a produção visual e o design digital à agricultura agroflorestal e à marcenaria.

A iniciativa é de uma associação virada para o público jovem, a Collippo, e acontece no âmbito do Dia Internacional da Juventude.

Para esta primeira edição de “VIVO – Biblioteca humana”, há seis convidados que são comparados pela organização a livros. Ou seja, esta “biblioteca” que abre portas no Centro Cívico de Leiria permite a “consulta” a seis pessoas que, explica a Collippo, “se destacam pelas suas curtas e promissoras carreiras”.

Na “estante” à espera de ser “lidos” vão estar Bruno Leitão, conhecido pelos vídeos que publica no Youtube, Cátia Pinto, consultora de inovação e estratégia empresarial, Júlio Alisson, sommelier – ou seja, especialista na degustação de vinhos -, Mariana Cardoso, especialista em gestão de marketing digital e social media, Micael Silva, que se dedica à agricultura agroflorestal, e Samuel Marques, marceneiro.

A intenção é proporcionar conversas simples e informais, à volta das áreas de conhecimento de cada um dos convidados, em blocos de 15 minutos.

As vagas são limitadas a 25 e ainda há algumas disponíveis. Os interessados em inscrever-se podem fazê-lo através de mensagens para o Facebook da Collippo.

A associação promete novas edições de “VIVO – Biblioteca humana” dedicadas a outros temas.