Os alunos Vinícius Rodrigues Manso, de 17 anos, e Eurico André, de 16 anos, da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira (Gândara), em Leiria, têm estado em destaque no concurso ABCovid.

Os estudantes participaram em nove das 10 semanas do concurso, com um vídeo original de um minuto, e ficaram uma vez em primeiro lugar, o que valeu um prémio de 350 euros, e conseguiram sete menções honrosas.

ABCovid é um concurso nacional destinado a escolas de todo o país e criado por quatro jovens estagiários na empresa Hovione, com o objetivo de divulgar mensagens que ajudem a viver protegido do vírus SARS-Covid-19.

O concurso começou em junho, com concursos semanais, e termina este mês, dia 21, com a divulgação dos três vencedores finais, entre os vídeos selecionados.

Em cada semana foi eleito um vencedor, premiado com 350 euros, e distinguidos outros participantes com menções honrosas.

Vinícius Manso e Eurico André venceram a segunda semana do concurso com a “canção do desconfinamento”, marcada pela “alegria e positividade”. Nesta criação, os autores mostram que “o vírus não é nenhum bicho de sete cabeças, se forem cumpridas todas as medidas de segurança”, explicam ao REGIÃO DE LEIRIA.

Esta afirmação foi a base de todos as ideias para os vídeos seguintes. Mas, segundo os alunos, a ideia de fazer vídeos originais sobre o tema já estava pensada há muito. “Só não começámos a fazê-los antes do concurso, porque ainda não tínhamos o equipamento necessário”. Acrescentam que, apesar de estudarem num curso técnico comercial, sempre tiveram “muito interesse pelo audiovisual, aprendendo em casa com tutoriais e em tentativa-erro”.

Longe de Casa” é o nome do canal do Youtube e da conta de Instagram, onde estão publicados os vídeos lançados em ABCovid. Os temas escolhidos pelos estudantes contemplam formas de “conviver com o coronavírus”, a segurança nos aeroportos durante a pandemia, a rotina diária dos autores, explicando cuidados de higiene, entre outras abordagens.

Quanto ao processo criativo, os jovens admitem que “acontece tudo no dia da gravação, conjugando as ideias de ambos”.

Para o último vídeo, que lhes valeu uma menção honrosa, fingiram fazer parte da organização do concurso e anunciaram a etapa final. “Queríamos passar a mensagem de que o concurso terminou, mas as aprendizagens obtidas devem ser levadas para o futuro”, esclarecem.

Os estudantes têm esperança de que “as competências e a criatividade mostradas” sejam suficientes para garantir um dos lugares no pódio, os quais atribuem prémios de 3 mil euros, 1.500 euros e mil euros, segundo a ordem de classificação.

Os vencedores do ABCovid são divulgados no dia 21 de setembro.