Terá uma extensão de sete quilómetros e ligará São Mamede, no concelho da Batalha, e Fátima, no vizinho concelho de Ourém.

A candidatura conjunta dos dois municípios, no âmbito do “Portugal Ciclável 2030”, para a construção daquela ciclovia intermunicipal, foi hoje anunciada pela autarquia da Batalha.

“A referida infraestrutura, com cerca de 7 quilómetros de extensão, apresenta um investimento conjunto superior a meio milhão de euros, interligando as localidades de São Mamede e de Fátima”, adianta nota do município da Batalha.

A submissão conjunta do projeto, no âmbito do “Portugal Ciclável 2030”, implica sua concretização pelos dois municípios e enquadra-se “na disponibilização de soluções de mobilidade com zero emissões, em linha com as prioridades ambientais definidas pela União Europeia”, acrescenta a mesma nota.

A candidatura, especificam os responsáveis autárquicos da Batalha, pretende a promoção “junto das populações práticas de mobilidade ativa ciclável com vantagens inequívocas para a saúde, para a economia e para o ambiente”.

Ainda este ano, revela ainda a autarquia, na Batalha vão ser implementados “diversos projetos” na área da mobilidade e que incluem “a construção de um novo interface multimodal traduzido pela construção de uma paragem de autocarros”, a implementação de um sistema de partilha de bicicletas e “a instalação de diversos pontos de recarga de veículos elétricos, estando já três instalados no concelho”.

Os projetos ligados à mobilidade suave incluem ainda a “construção, a extensão e a melhoria de ciclovias e de vias pedonais já existentes”.