Pedro Martinho, professor e antigo diretor da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria (ESTG), foi designado coordenador de um dos eixos do programa INCoDE.2030, pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor. O despacho foi publicado ontem, 28 de setembro, em Diário da República.

O Portugal INCoDe.2030 – Iniciativa Nacional de Competências Digitais é um programa integrado de política pública, criado pelo Governo em 2017, com o objetivo de reforçar a literacia digital nos mais diversos sectores da sociedade.

O programa assenta em cinco eixos – inclusão, educação, qualificação, especialização e investigação – e Pedro Martinho está designado coordenador do quarto eixo. Nesse contexto, terá sob sua alçada o conjunto de medidas destinadas a “promover a especialização em tecnologias e aplicações digitais para aumentar a empregabilidade e a criação de valor acrescentado na economia”.

Entram neste âmbito objetivos como “o reforço das ofertas formativas em programação e TIC em todos os níveis do ensino superior” e a “cooperação entre as instituições de ensino superior, as unidades de investigação e as empresas no desenho e desenvolvimento dos conteúdos de aprendizagem”.

Pedro Martinho é professor da ESTG do Politécnico de Leiria, desde 1998. Licenciado em Engenharia Mecânica, é mestre em Projeto e Fabrico de Moldes e doutorado em Ciência e Engenharia de Polímeros e Compósitos pela Universidade do Minho. Foi diretor da ESTG entre 2014 e 2018.