A ministra da Coesão Territorial disse hoje que Leiria é “exemplo para todo o país” e “uma fonte de inspiração”, identificando “um caldo muito especial” que permite ao concelho ter o maior número de empresas Gazela 2019 na região Centro.

“O que hoje aqui vivemos é para nós uma fonte de inspiração”, afirmou Ana Abrunhosa, considerando “um exemplo para todo o país” a forma como “em Leiria se trabalha em prol do desenvolvimento de uma região e da coesão”.

Nas instalações da Lubrifuel III, empresa de combustíveis e lubrificantes de Leiria que apresentou melhor volume de negócios de negócios no concelho entre as 14 distinguidas, a ministra entregou simbolicamente o galardão Gazela 2019 ao administrador Filipe Cruz.

Para Ana Abrunhosa, parte do sucesso de Leiria deve-se às entidades que “no dia a dia trabalham em conjunto” e não se juntam “só nestes momentos de celebração”.

“É isso que faz este caldo, este ambiente especial”, sublinhou, enaltecendo Leiria como “das zonas mais dinâmicas em termos industriais do país”, um exemplo de coesão que será necessária para tirar Portugal da crise.

A ministra da Coesão Territorial alertou hoje que o Estado “não conseguirá sozinho” ultrapassar a crise atual, apelando à união entre “empresas e outras instituições” para evitar que “corra mal”.

“Muitas vezes dizemos que é o Estado que nos vai salvar desta crise, mas só o vai conseguir fazer de braço dado com as empresas e com as outras instituições da área social e cultural”, disse, reforçando que “o Estado sozinho não conseguirá contornar os desafios que temos”.

E avisou: “Se não formos unidos, se não formos coesos, se não trabalharmos para o mesmo fim vai correr mal. E nós não vamos deixar que corra mal”.

A presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Isabel Damasceno, entidade que atribui os prémios Gazela, saudou a possibilidade de haver “um momento de festejo” num tempo em que “o espírito negativo nos persegue, com razão, muitas vezes”.

“É bom parar para transmitir e sentir alguma felicidade e satisfação”, afirmou, na Lubrifuel III, destacando o “grande significado” da entrega simbólica do troféu.

Também presente na cerimónia, o presidente da Câmara de Leiria aproveitou para instar o Governo a investir na região:

“Para potenciarmos ainda mais a capacidade inata que esta região manifesta para o empreendedorismo, apenas necessitamos de algum investimento estrutural por parte do Governo, que a concretizar-se ajudará a alavancar o potencial não só de Leiria mas de todo Centro do país”, disse Gonçalo Lopes.

A esse propósito, o autarca lembrou a instalação do futuro Centro de Negócios no topo norte do Estádio Municipal de Leiria, destinado para empresas de base tecnológica, que vai permitir “construir um ecossistema favorável ao nascimento e crescimento de novas empresas, nomeadamente através da criação de uma moderna plataforma de infraestruturas de apoio ao setor empresarial”.