O recinto do Santuário de Fátima irá receber, no máximo, seis mil pessoas na Peregrinação Internacional Aniversária, de 12 e 13 de outubro. Mas já amanhã, domingo, o Santuário vai testar o formato como as coisas vão funcionar na próxima terça-feira.

#ste domingo, dia 11, o plano de contingência será testado, durante a celebração dominical das 11 horas, no recinto. À semelhança do que está previsto para a peregrinação, o acesso far-se-á por uma das oito entradas e só será permitida a permanência de seis mil pessoas no recinto.

Os círculos onde as pessoas devem permanecer já se encontram definidos no solo, indicando o local para o qual os peregrinos são conduzidos antes do início da celebração e dos qual só podem sair no final.

Para entrar no recinto, como explicado pelo Santuário, as entradas serão monitorizadas e deverão ser feitas por um dos oito pontos acessíveis ao Recinto da Oração : duas nos túneis; duas nas escadas laterais, duas do topo do recinto e duas junto da Basílica da Santíssima Trindade.

O uso de máscara é obrigatório, tal como a desinfeção das mãos à entrada. A comunhão será distribuída no local onde o fiel se encontra, evitando deslocações.

Relativamente à presença de sacerdotes “tem sido em menor número que é habitual nos anos anteriores”, informa o Santuário de Fátima. Eles irão ocupar a zona do presbitério. Assim que o espaço esteja completo, são encaminhados para a assembleia.

O andor de Nossa Senhora será transportado, como é habitual, por elementos dos grupos de peregrinos presentes na celebração, realça a instituição católica.  Quanto aos peregrinos, o apoio mantém-se no Posto de Socorros, informa o Santuário que, realça, garante um “reforço na higienização das casas de banho e espaços comuns”.

Na quinta-feira, Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário, divulgou uma mensagem onde convidou os fiéis a associarem-se às celebrações a partir de casa, através dos meios de comunicação social.

O reitor pediu ainda compreensão e “responsabilidade em nome de um bem maior” e aconselhou os peregrinos a visitar o Santuário em outros períodos do ano.

“Pedimos aos peregrinos que habitualmente vêm de mais longe que não corram o risco de vir a Fátima (nestes dias), podendo não conseguir entrar no Recinto do Santuário” que não arrisquem, defendeu o padre Carlos Cabecinhas.

436 grupos de peregrinos cancelados

Para participar em celebrações em Fátima, entre outubro e novembro deste ano, o Santuário recebeu a inscrição de 97 grupos de peregrinos, a maioria de Portugal (33).

Os restantes são provenientes, sobretudo, da Europa: 26 grupos de Espanha, 11 grupos da Polónia, nove grupos de Itália, oito grupos de França, três grupos da Alemanha, um grupo da Eslovénia, um grupo do México, um grupo da Hungria, um grupo da China, um grupo do Canadá, um grupo da Bélgica e um grupo de diferentes nacionalidades (seminaristas missionários).

Comparativamente com outubro de 2019, o Santuário recebeu 733 grupos (559 estrangeiros e 174 portugueses), num total de 100 mil peregrinos, inscritos.

Já este ano, entre março e setembro, 436 grupos cancelaram a sua participação em celebrações no Santuário.