Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, manifesta a sua “mágoa e tristeza pelo reduzido número de peregrinos que poderão estar presentes” no Santuário de Fátima, na peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de outubro.

Num vídeo divulgado esta manhã, dia 8 de outubro, o padre Carlos Cabecinhas convida os fiéis a associarem-se às celebrações a partir de casa, através dos meios de comunicação social. Incentiva-os ainda a que façam a “Peregrinação pelo Coração”, através dos meios virtuais, que o Santuário disponibiliza.

O reitor pede ainda compreensão e “responsabilidade em nome de um bem maior”.

De acordo com o plano de contingência e medidas adicionais aprovadas pela Direcção Geral de Saúde, o Santuário receberá cerca de seis mil peregrinos, na Cova da Iria, estando já marcados no chão os círculos onde os peregrinos ficarão circunscritos durante a celebração.  

De acordo com o reitor, a pandemia trouxe muitas alterações, também na vivência da fé.

Aos que conseguirem entrar no recinto para participar nas celebrações de dia 12 à noite ou de 13 de outubro, durante a manhã, o responsável do santuário mariano aconselha o cumprimento das normas de segurança, nomeadamente o distanciamento, uso de máscara e respeito pelas indicações dos acolhedores.

“O Recinto é grande mas não nos dispensa de cuidados”, realça. “No Santuário, a preocupação pela saúde dos peregrinos e de quantos aqui trabalham é sempre prioritária e tem de o ser também num momento festivo como este”, acrescenta o sacerdote.

Aos que deslocando-se a Fátima, não conseguirem entrar no Recinto do Santuário, através de um dos oito pontos de entrada, o sacerdote pede que evitem aglomerar-se nas zonas limítrofes.

Mais de 100 mil euros investidos na recuperação da igreja do Convento do Louriçal

“Pedimos aos peregrinos que habitualmente vêm de mais longe que não corram o risco de vir a Fátima (nestes dias), podendo não conseguir entrar no Recinto do Santuário” que não arrisquem, defende o padre Carlos Cabecinhas.

“O Santuário está sempre aberto para vos acolher, como sempre”, garante o sacerdote.

Já na passada semana, o cardeal-bispo de Leiria-Fátima pediu aos peregrinos “fé e responsabilidade cívica” para aceitar as restrições de acesso ao Recinto de Oração durante as celebrações da peregrinação internacional aniversária de outubro, apelando a um comportamento “exemplar e responsável”.

Aos peregrinos, D. António Marto adiantava que “não pode haver reserva prévia de lugares, mas haverá marcação dos espaços que se podem ocupar para que seja garantida segurança a todos os peregrinos presentes”.

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa preside à peregrinação que assinala a última Aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos.  D. José Ornelas, bispo de Setúbal, substitui o arcebispo metropolita do Panamá, D. José Domingo Ulloa, que não estará na Cova da Iria devido à pandemia.

Programa Provisório

Dia 12
21h30| Rosário Internacional, seguido da Procissão das Velas e da Celebração no altar do Recinto de Oração

Dia 13
9 horas|Rosário
10 horas|Missa com Bênção dos Doentes e Procissão do Adeus